Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Hiperconvergência: entenda tudo sobre esse modelo de infraestrutura

| 9 de julho de 2019

Hiperconvergência é uma estrutura de TI que combina armazenamento, computação e rede em um único sistema, em um esforço para reduzir a complexidade do Data Center e aumentar a escalabilidade.

Suas plataformas incluem hypervisor para computação virtualizada, armazenamento definido por software (SDS, na sigla em inglês) e rede virtualizada. Normalmente, elas são executadas em servidores padronizados e prontos para uso.

Vários nós podem ser agrupados para criar pools de recursos de computação e armazenamento compartilhados, projetados para consumo de acordo com as necessidades da empresa. Isso, dentre outras coisas, aumenta a flexibilidade e facilita o gerenciamento, visto que todos os recursos estão centralizados.

Continue a leitura para entender mais sobre esse modelo de infraestrutura e descobrir por que sua empresa precisa considerá-lo em sua estratégia de TI!

Como a hiperconvergência difere da infraestrutura convergente?

O modelo de infraestrutura convergente envolve um pacote pré-configurado de software e hardware em um único sistema para gerenciamento simplificado. No entanto, nela os componentes de computação, armazenamento e rede são discretos e podem ser separados.

Já em um ambiente hiperconvergente, os componentes não podem ser separados; os elementos definidos por software são implementados virtualmente, com integração perfeita no ambiente de hypervisor. Isso permite que as organizações expandam facilmente a capacidade implantando módulos adicionais conforme a necessidade.

Quais são os benefícios da hiperconvergência?

A infraestrutura hiperconvergente oferece simplicidade e flexibilidade quando comparada com soluções legadas. Os sistemas de armazenamento integrados, servidores e switches de rede são projetados para serem gerenciados como um único sistema, em todas as instâncias.

Os recursos inerentes de gerenciamento permitem facilidade de uso, e o armazenamento definido por software gera maior escalabilidade e eficiência de recursos. As empresas podem começar pequenas e aumentar os recursos conforme necessário.

Os fornecedores de infraestruturas hiperconvergentes também promovem economias de custo em potencial em áreas como energia elétrica e espaço do Data Center. Essa solução ainda diminui a complexidade do ambiente, o que favorece à redução dos trabalhos de TI.

Além disso, a hiperconvergência reduz significativamente a necessidade de software licenciado, como ferramentas de backup ou de Disaster Recovery.

Por que sua empresa precisa considerar hiperconvergência em sua estratégia de TI?

A infraestrutura hiperconvergente oferece soluções simples para desafios complexos, combinando recursos de computação, armazenamento e rede em um ponto central de gerenciamento, adotando a abordagem “tudo definido por software”.

O SDS elimina a necessidade de hardware, reduzindo significativamente os custos. Os controladores virtuais, como hypervisor, são executados em todos os nós do cluster, garantindo recursos de gerenciamento de armazenamento unificado e melhor resiliência e failover.

A Rede Definida por Software (SDN, na sigla em inglês) torna o gerenciamento ágil e flexível, fornecendo uma interface centralizada, permitindo que os administradores gerenciem o tráfego e distribuam rapidamente os recursos da rede onde forem necessários.

Isso melhora drasticamente a eficiência da infraestrutura de TI, automatizando o provisionamento e a configuração de toda a rede.

Além de tudo isso, a infraestrutura hiperconvergente simplifica o trabalho dos administradores de sistema, permitindo que eles gerenciem e monitorem toda a infraestrutura de TI a partir de um “único painel”. A necessidade de hardware proprietário é significativamente reduzida, pois todos os componentes são totalmente integrados e entregues em um único “bloco”.

Assim, a hiperconvergência oferece maior flexibilidade, permitindo não apenas o aumento de escala, por meio de mais unidades, memória ou CPUs, mas também a expansão, adicionando novos nós de cluster.

Enfim, a implantação de uma infraestrutura hiperconvergente reduz significativamente os custos operacionais, uma vez que diminui a necessidade de hardware, software e facilita o gerenciamento, o que se traduz em menos trabalho para sua equipe de TI.

Agora você já sabe mais sobre hiperconvergência, suas características e seus benefícios. Se você gostou deste conteúdo, então você também irá gostar de 3 soluções seguras, flexíveis e personalizáveis neste modelo de infraestrutura.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: