Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Site responsivo: o que é e como criar

Algar Telecom | 14 de novembro de 2019

MPE

Você sabe o que é um site responsivo? De maneira bem rápida, podemos dizer que é aquele que abre perfeitamente em qualquer tela. 

Agora, uma segunda pergunta: o da sua empresa funciona dessa forma? Se não, lamentamos dizer, mas, possivelmente, você está perdendo muitos clientes. 

Isso acontece porque a maioria das pessoas acessa a internet diretamente de dispositivos móveis e, se seu site não abre corretamente nessas telas, as chances delas irem para um concorrente são enormes!

Se não quer mais perder oportunidades de vendas por conta disso, continue neste post e descubra o que são os sites responsivos, como ter um e porque ele é tão importante para o crescimento da sua empresa.

O que é um site responsivo?

Um site responsivo é aquele que se adapta a qualquer tipo de tela sem distorcer imagens ou fontes. Isso quer dizer que, se o seu potencial cliente acessar seu site de um desktop ou de um celular, o que ele verá é exatamente o mesmo conteúdo, sem perder a qualidade.

Mas, por que isso é tão importante? Simples! Cada vez mais as pessoas estão utilizando dispositivos móveis (celulares ou tablets) para acessar a internet — para se ter uma ideia, o Brasil é o 5º país do mundo no uso diário de celulares. 

A 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), apontou 230 milhões de smartphones ativos em nosso país. Ou seja, por onde você acha que o público chega até o seu site?

Justamente por essa mudança de atitude é que as empresas precisam se adaptar para chegar até as pessoas e, consequentemente, vender mais. A melhor forma de fazer isso é tendo um site responsivo.

Diferença entre site responsivo e versão mobile

Mas se estiver pensando que site responsivo e versão mobile são a mesma coisa, saiba que não são.

O site responsivo é adaptável a qualquer tela. Para isso, ele identifica a largura de cada dispositivo, os espaços disponíveis e determina como a página será mostrada. Assim, imagens, fontes e outros elementos são apresentados sem nenhuma distorção ou comprometimento no carregamento.

Já a versão mobile é um segundo site, criado separadamente e exclusivo para ser aberto em alguns dispositivos. Na verdade, essa deve ser considerada uma opção temporária, utilizada enquanto o site da sua empresa passa por ajustes para se tornar um site responsivo.

Outra possibilidade durante esse período é a utilização de plugins, que permitem que as páginas sejam abertas em dispositivos móveis de maneira correta enquanto o site responsivo é finalizado.

Porque sua empresa precisa ter um site responsivo

Já deu para perceber que o futuro da sua empresa está, literalmente, nas mãos dos seus consumidores, não é? 

Um site responsivo influencia diretamente o seu negócio. Quer um exemplo? Já ouviu falar em micromomentos? Como o próprio nome sugere, eles são pequenos momentos dentro da jornada de compra do usuário e estão relacionados diretamente ao uso dos celulares.

Sabe quando você está navegando na internet pelo seu aparelho e se depara com algo que desperta seu interesse? Pois esse é o instante em que surge uma possível intenção de compra. 

Quando esse sentimento também é despertado no seu público, automaticamente, ele começa a buscar mais informações sobre o produto ou serviço oferecido. Aqui, quem não tiver um site responsivo, deixa de ser uma opção, perde a chance de fazer mais uma venda e de conquistar um novo cliente.

Principais vantagens

Mas, essa não é a única vantagem de ter um site responsivo. Outra muito importante é a questão de ranqueamento no Google, já que a própria plataforma dá preferência aos sites que abrem nos mais variados dispositivos. Além dessa, podemos destacar:

  • Oferece melhor experiência para o usuário;
  • Permite carregamento mais rápido das páginas;
  • Diminui as taxas de rejeição, já que evita que os visitantes busquem outros sites;
  • Aumenta as taxas de conversão de leads e o número de vendas;
  • Gera mais compartilhamento nas redes sociais.

Como ter um site responsivo

Dificilmente a vontade de ter um site responsivo não surgiu em você depois de saber de tudo isso, certo? Se a sua empresa já tem um site pronto, mas ele não atende a essa necessidade, é preciso solicitar algumas alterações, tais como: 

  • Na resolução da tela;
  • No layout, incluindo altura, largura e margens;
  • Nas imagens e cores;
  • No espaçamento entre os links, entre outros.

Obviamente, a contratação de uma empresa especializada será fundamental para lhe ajudar nesse processo. Ela também pode lhe auxiliar na segurança do seu site. 

Para entender como esse cuidado é tão importante quanto ter um site responsivo, acesse este link e garanta as melhores e mais seguras experiências para o seu público.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: