Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

5 metodologias para análise da concorrência

Algar Telecom | 31 de julho de 2019

MPE

Realizar a análise da concorrência não é tarefa simples. Porém, é uma ação fundamental para que a sua empresa conheça os pontos fortes e fracos das marcas concorrentes e consiga traçar estratégias inteligentes dentro do mercado.

Por isso, para facilitar o trabalho e aumentar as chances de sucesso da iniciativa, é importante adotar metodologias e ferramentas voltadas para o objetivo. Esse tipo de solução não só ajuda na extração de dados válidos como também otimiza a análise dos resultados.

Então, se você quer realizar uma análise de concorrência eficaz e tornar a sua empresa ainda mais competitiva, continue lendo e conheça algumas metodologias e ferramentas ideais para esse objetivo. Boa leitura!

1. Google Alerts

O Google Alerts é uma ferramenta do Google muito utilizada pelos profissionais de marketing e trade marketing. E toda essa preferência não é à toa, pois a solução é realmente diferenciada.

Com o Google Alerts a análise da concorrência é feita em detalhes, com o usuário recebendo relatórios de acordo com as solicitações apresentadas.

A ferramenta funciona da seguinte maneira: o usuário define um termo, e toda vez que ele é mencionado nas pesquisas do Google é enviada uma apresentação com estatísticas para o e-mail cadastrado. As palavras-chave podem ser diversas, por exemplo:

  • Interesses em comum;
  • Marcas de produtos;
  • Nome de empresas.

2. SocialMention

Em termos análise de concorrência, o SocialMention é a ferramenta ideal para medir a popularidade das outras marcas. Embora o seu funcionamento seja simples, a solução apresenta ótimos benefícios para o usuário.

É uma tecnologia que funciona em tempo real, sendo necessário apenas digitar um nome completo, termo, produto marca ou uma palavra-chave referente para que o SocialMention apresente um relatório sobre tudo que foi mencionado.

Com essa particularidade, a ferramenta é excelente, por exemplo, para mensurar a popularidade de promoções, produtos ou eventos lançados em um determinado período.

3. Google Trends

Essa é mais uma tecnologia do Google, que assim como a maioria das ferramentas da empresa, apresenta interface simples e intuitiva.

Com o Google Trends, também é possível verificar a frequência que nomes e termos estão sendo buscados na internet. As respostas são discorridas em gráficos detalhados para facilitar o entendimento do usuário.

A principal vantagem do Google Trends em termos de análise da concorrência é a possibilidade de segmentação. Com isso, você pode medir o comportamento de um determinado público em relação aos seus concorrentes, delimitando em pontos como:

  • Idiomas;
  • Regiões;
  • Idade.

4. Similar Web

Com o Similiar Web, é possível fazer uma análise da concorrência direta. Isso porque a ferramenta permite o estudo sobre o tráfego de outros sites apenas apresentando a URL (endereço eletrônico).

É uma ótima oportunidade para acompanhar a movimentação dos concorrentes, apresentada por meio de gráficos e estatísticas. Assim, você consegue saber se a empresa teve um crescimento ou queda em termos de presença digital.

5. Pesquisa de mercado

Além de todas as ações apoiadas por ferramentas digitais, você pode aplicar uma metodologia mais antiga, porém importante na análise da concorrência: a pesquisa de mercado.

Essa estratégia é realizada através de pesquisas e questionários, em que a empresa indaga o seu público-alvo sobre as marcas atuantes no mercado.

Isso é interessante para saber como os consumidores enxergam a sua concorrência e o que esperam das empresas do nicho. Entre as várias perguntas que podem entrar em uma pesquisa de mercado, você pode questionar:

  • Quais as marcas mais consumidas;
  • A frequência do consumo;
  • Interesse em mudanças;
  • Nível de satisfação;
  • Qualidades.

Porém, tão ou mais importante quanto à pesquisa, é a correta utilização das respostas obtidas. Os dados extraídos devem ser estudados a fim de identificar fraquezas e pontos fortes dos concorrentes e facilitar a montagem de novas estratégias para sua empresa.

Enfim, apesar de muitas das metodologias para análise da concorrência utilizarem ferramentas digitais, as informações obtidas podem ser aplicadas tanto em ações online quanto em iniciativas no meio físico. E, não se esqueça: estudar os concorrentes é também uma maneira de fortalecer os objetivos do seu negócio.

Gostou do artigo? Que tal agora conhecer 5 ferramentas digitais para conquistar mais clientes para a sua empresa?

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: