MGE Algar Telecom | 12 de março de 2019

Tipos de virtualização: conheça as opções para sua empresa

Tempo de leitura: 5 minutos

Empresas de todos os tamanhos estão adotando a virtualização como uma maneira de reduzir as despesas de TI, aumentar a segurança e eficiência operacional. No entanto, muitas ainda não sabem quão ampla essa tecnologia pode ser.

Essa tecnologia pode aumentar a agilidade, a flexibilidade e a escalabilidade de TI, ao mesmo tempo em que gera economias significativas. Continue a leitura para conhecer alguns dos tipos de virtualização mais comuns e como eles podem ser um divisor de águas para o seu negócio.

Virtualização de aplicações

Problemas de desempenho e compatibilidade são companheiros permanentes de cargas de trabalho corporativas que são executadas em sistemas operacionais diferentes.

A virtualização de aplicações ajuda a enfrentar esse desafio, pois permite a execução desses programas em servidores que possuem as configurações adequadas. No entanto, os usuários têm a sensação de que os programas estão sendo executados naturalmente em seu disco rígido.

Além disso, a virtualização de aplicações é muito importante para empresas que possuem colaboradores trabalhando externamente. Tudo que eles precisam para acessar a aplicação é de um dispositivo adequado e de uma conexão com a internet.

Virtualização de desktop

Semelhante à virtualização de aplicativos mencionada acima, essa virtualização consiste em separar o ambiente de desktop do dispositivo físico e o configurar como uma “infraestrutura de desktop virtual” (VDI, na sigla em inglês).

Uma de suas maiores vantagens é que os usuários podem acessar todos os seus arquivos pessoais e aplicativos em qualquer PC, o que significa que eles podem trabalhar em qualquer lugar sem a necessidade de levar o computador de trabalho.

Também reduz o custo de licenciamento e atualizações de software. Além disso, a manutenção e gerenciamento de patches são simples, pois todos os desktops virtuais são hospedados no mesmo local.

Leia também: COMPUTAÇÃO EM NUVEM OU VIRTUALIZAÇÃO: QUAL A MELHOR OPÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO?

Virtualização de hardware

Talvez este seja um dos tipos mais comuns de virtualização. Ela é possível graças a um gerenciador de máquina virtual chamado de “hypervisor”. Esse gerenciador cria versões virtuais de computadores e sistemas operacionais e os consolida em um grande servidor físico, para que todos os recursos de hardware possam ser utilizados de maneira mais eficiente. Ele também permite que os usuários executem sistemas operacionais diferentes na mesma máquina simultaneamente.

Os recursos de computação virtualizados são provisionados em instâncias isoladas, chamadas máquinas virtuais ou VMs, nas quais sistemas operacionais e aplicativos podem ser instalados. Os sistemas virtualizados podem hospedar várias VMs simultaneamente, mas todas elas são logicamente isoladas uma das outras.

Esse procedimento permite que as empresas utilizem a capacidade total de seus servidores e economizem significativamente com aquisição de hardwares.

Virtualização de rede

A virtualização de rede combina todos os equipamentos físicos de rede em um único recurso baseado em software. Ela também divide a largura de banda disponível em vários canais independentes, sendo que cada um deles pode ser atribuído a servidores e dispositivos em tempo real.

As empresas que se beneficiariam da virtualização de rede são aquelas que têm um grande número de usuários e precisam manter seus sistemas em funcionamento o tempo todo. Com os canais distribuídos, sua velocidade de rede aumentará drasticamente, permitindo que você forneça serviços e aplicativos com mais rapidez do que nunca.

Virtualização de armazenamento

Esse tipo de virtualização é muito fácil e econômico de implementar, já que envolve a compilação de seus discos rígidos físicos em um único cluster. Esse procedimento pode ser útil em sua estratégia de disaster recovery, pois os dados contidos em seu armazenamento virtual podem ser replicados e transferidos para outro local, como uma nuvem.

Ao consolidar seu armazenamento em um sistema centralizado, você pode eliminar as dificuldades e os custos de gerenciar vários dispositivos de armazenamento.

A virtualização pode gerar muitos benefícios para as empresas. Ela ajuda a otimizar o desempenho, reduzir custos e utilizar a capacidade máxima dos seus recursos de informática. Além disso, essa tecnologia simplifica o gerenciamento do seu data center.

Já que tocamos no assunto, clique aqui e conheça 5 maneiras de gerenciar data centers e descubra qual a melhor para sua empresa!

empresas

Deixe seu comentário