Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

OKR: entenda tudo sobre essa metodologia que pode alavancar seus resultados

Algar Telecom | 14 de maio de 2019

MGE

Planejar e colocar em prática estratégias empresariais fazem parte dos desafios de todo negócio. Apesar de haver diversas metodologias de gestão, algumas delas são difíceis de ser implementadas. Devido à sua facilidade, o OKR vem ganhando espaço no mundo corporativo.

Os OKRs funcionam como um conjunto de objetivos a serem alcançados pela empresa. E o que faz com que essa metodologia seja tão eficiente é a maior agilidade na definição de metas, adaptação a mudanças e mensuração de resultados. Além disso, ela colabora para que a organização mantenha o foco, distribua as prioridades e garanta o engajamento de todos.

É disso que sua empresa está precisando? Saiba mais sobre como o OKR funciona e confira as dicas para implementar essa metodologia!

O que é OKR?

OKR é a sigla usada para se referir a Objectives and Key Results – em português, objetivos e resultados-chave. Trata-se de uma metodologia criada por Andrew Grove, ex-CEO da Intel, e que ficou conhecida no mundo todo por ter sido aplicada no Google.

Os objetivos dizem respeito à direção que a empresa deseja seguir, visando manter toda a equipe engajada em busca de algo em comum. Já os resultados-chave são metas menores, que funcionam como uma maneira de mensurar em que etapa a empresa está em relação ao alcance de um objetivo.

Um dos principais diferenciais dos OKRs é a simplicidade na hora de lidar com os objetivos do negócio. É por isso que a metodologia ganha cada vez mais espaço diante dos métodos mais tradicionais de gestão.

Dicas de como implementar a metodologia

Como qualquer metodologia de gestão, a implementação do OKR demanda alguns cuidados. Portanto, não basta apenas definir objetivos e resultados-chave para começar a utilizá-la. É preciso seguir alguns passos fundamentais para que a sua empresa consiga obter todos os benefícios:

1. Defina metas específicas

Em primeiro lugar, tenha em mente que o OKR busca acompanhar o caminho trilhado para que os objetivos principais sejam atingidos. Por isso, tanto os objetivos primários quanto as metas devem ser específicas e claras para toda a equipe. Isso é importante para que todos fiquem alinhados para alcançar o propósito comum.

2. Faça uma divisão entre top-down e bottom-up

Os modelos de gestão tradicionais costumam partir de metas definidas exclusivamente pela liderança das empresas. Porém, a ideia do OKR é que todos os colaboradores estejam envolvidos no processo de criação de metas. Sendo assim, a sugestão é que 40% dos OKRs sejam definidos pelos líderes e 60% pelo restante da equipe.

3. Tenha cuidado ao estabelecer prazos

Para que a eficiência da metodologia não seja prejudicada, uma dica é evitar prazos muito longos. Isso não significa que eles devam ser extremamente curtos, já que isso pode fazer com que a equipe fique desmotivada por não conseguir cumpri-los. Prazos trimestrais, por exemplo, costumam ser suficientes para que as tarefas sejam realizadas e, ao mesmo tempo, para manter um certo senso de urgência.

4. Acompanhe os resultados de perto

Já que os prazos no OKR são mais curtos do que nos modelos de gestão tradicionais, é necessário acompanhar os resultados constantemente. Tente definir uma periodicidade que permita possíveis ajustes. Mas também tenha cuidado para não fazer análises excessivas e acabar pressionando a equipe de maneira negativa.

5. Torne os OKRs públicos

Se todos estão envolvidos na metodologia, a transparência deve fazer parte das regras. Diferentemente do que acontece na aplicação de outros métodos, uma estratégia de OKR consegue obter sucesso por meio da participação de todos. Dessa forma, sempre mantenha a equipe informada do processo e compartilhe os resultados com todos os colaboradores.

6. Foque nas métricas

Embora a coletividade esteja na essência dos OKRs, esse sentimento não é suficiente para quantificar os resultados. Assim, para garantir que o processo esteja correndo bem e que você consiga mensurar os resultados, é preciso focar nas métricas e analisá-las.

O que acha de conferir outras dicas de gestão de TI? Clique aqui e saiba como aumentar a produtividade da sua equipe.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: