Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Metodologia ágil: o que é e como implementar

Algar Telecom | 6 de setembro de 2019

MGE

A empresa em que você trabalha já usa a metodologia ágil? Diante da transformação digital e de um cenário em que mudanças ocorrem em uma velocidade cada vez maior, o conceito vem ganhando espaço na gestão de projetos.

Pensada originalmente para o desenvolvimento de softwares, esta metodologia migrou para outras áreas das organizações. Isso porque ela é capaz de potencializar as entregas e aumentar a satisfação dos clientes.

Veja abaixo como a metodologia ágil funciona e confira algumas dicas para implementá-la na sua empresa.

O que é metodologia ágil?

Com o intuito de otimizar as entregas no desenvolvimento de um projeto, a metodologia ágil traz uma nova proposta de dinâmica de trabalho. Os colaboradores são divididos em equipes multidisciplinares e precisam se organizar e fazer a própria gestão.

Além disso, ela divide o desenvolvimento em fases, sendo que cada uma deve ter uma meta estabelecida. Diferentemente do que alguns possam pensar, a metodologia ágil não diz respeito à falta de padrões ou de cuidado. A prioridade é garantir que a equipe seja rápida e capaz de responder a mudanças.

Um dos principais motivos de sua criação foi se contrapor ao modelo cascata de gerenciamento de projetos. Nele, as etapas são sequenciais e, portanto, uma etapa não pode ser iniciada sem que a anterior tenha sido concluída, causando atraso nas entregas.

Como ela é usada pelas empresas?

Criada para as equipes de programadores, a metodologia ágil permitia que as empresas entregassem versões de softwares com rapidez e maior frequência. A partir de uma versão, seria possível melhorá-la de acordo com as demandas do cliente. Até porque, se a versão final demorasse muito para ficar pronta, ela corria o risco de se tornar obsoleta.

Da mesma maneira, esta metodologia passou a ser utilizada em outros projetos. A popularização das práticas levou à criação de tipos de metodologia ágil, ou seja, modelos que as empresas pudessem seguir para facilitar a sua aplicação.

O mais popular de todos é o modelo Scrum. Ele se baseia em “sprints”, que são períodos de tempo de 2 a 4 semanas em que as tarefas definidas devem ser concluídas. O modelo também inclui a realização de reuniões diárias, de curta duração, para as equipes compartilharem o que estão fazendo e aumentar a colaboração.

O Scrum valoriza, acima de tudo, a interação entre os colaboradores no processo de desenvolvimento. Isso porque, ao manter a equipe motivada, é possível atender às alterações nas demandas do cliente com maior facilidade e qualidade.

5 dicas para aplicar a metodologia ágil

1. Avalie o momento

Jamais decida implementar uma nova metodologia na empresa de uma hora para outra. Além de verificar se ela é adequada para o projeto, a equipe deve estar disposta a trabalhar de uma maneira diferente. E, claro, o cliente deve estar de acordo com a proposta.

2. Escolha o modelo adequado

Como foi dito antes, há diversos modelos de metodologia ágil e não apenas o Scrum. O Kanban e o XP também estão entre os mais usados. Estude cada abordagem para entender qual atende melhor as demandas do seu projeto.

3. Planeje as fases

A metodologia ágil trabalha com o desenvolvimento de projetos em fases, chamadas de “sprints”. Para aplicar o modelo com eficiência, planeje cada sprint com cuidado, garantindo que as equipes tenham clareza sobre as tarefas atribuídas. Ainda, cada membro da equipe deve saber qual é o seu papel dentro do projeto.

4. Acompanhe o andamento

Não espere o projeto estar nas fases finais para avaliar se as tarefas foram realizadas de maneira correta. Portanto, faça o monitoramento para assegurar que tudo está indo bem. Isso explica a importância das reuniões periódicas, onde os colaboradores podem expor as dificuldades e evitar possíveis erros.

5. Mantenha o cliente informado

O cliente deve estar sempre envolvido no processo de desenvolvimento do produto. Afinal, um dos propósitos da metodologia ágil é aumentar a satisfação do cliente. Sendo assim, permita que ele acompanhe o andamento e dê feedbacks. Caso as necessidades mudem, é possível fazer as adaptações necessárias em vez de deixá-las para quando o projeto já estiver concluído.

Quer conferir outras dicas para fazer uma boa gestão de projetos e processos de TI? Entenda como os KPIs de tecnologia podem te ajudar.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: