Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

4 dicas para criar o site da sua empresa pagando pouco

Algar Telecom | 9 de setembro de 2019

MPE

Qualquer empresa hoje precisa estar presente no universo digital, não é mesmo? Se a sua marca ainda não conta com um endereço eletrônico, saiba que você precisa agilizar o processo para criar o site e assegurar o sucesso das suas vendas o quanto antes!

Do contrário, a sua empresa corre o risco de ficar para trás em relação à concorrência e perder vários clientes potenciais. Afinal, que consumidor hoje escolhe uma marca sem antes fazer uma pesquisa na internet?

Se ele não encontrar o site da sua empresa, as suas chances de sucesso podem diminuir. Continue lendo e veja que é possível criar o site para a sua empresa sem gastar muito para isso.

Criar o site para a sua empresa custa caro: mito

Foi-se o tempo em que criar site para um novo negócio demandava um alto investimento. No contexto em vivemos hoje, nenhuma marca pode estar de fora do mundo virtual. Essa realidade e a maior demanda por serviços digitais têm aumentado a oferta de serviços.

Além de haver mais opções, esses serviços não custam tão caro quanto muita gente imagina. E, claro, você ainda pode contar com diversas ferramentas para criar site e fazer a manutenção dele.

Confira 4 dicas para criar o site sem gastar muito

1. Crie um domínio para o site

Embora existam algumas plataformas gratuitas para criar o site, como é o caso do WordPress, nem sempre é uma vantagem economizar nesse quesito. Isso porque, nesses casos, o seu site carrega o nome da plataforma usada, dando menos credibilidade para a sua empresa.

Saiba que é possível comprar um domínio próprio – nomedaempresa.com ou nomedaempresa.com.br – sem gastar muito dinheiro. A compra pode ser feita por sites como Registro.br e o preço é, em média, R$ 40 por ano. Ou seja, não sai caro e a sua empresa ganha mais profissionalismo.

2. Contrate um serviço de hospedagem

Além de criar site, você precisará contratar um serviço de hospedagem. Afinal, todo site precisa de um espaço em um servidor. Há opções pagas e gratuitas para manter o endereço online da sua empresa funcionando.

A escolha vai depender das suas necessidades. Os serviços pagos garantem maior estabilidade e são mais recomendados para as empresas cujo negócio depende da disponibilidade do site, como é o caso das lojas virtuais.

3. Escolha o construtor de site

Você provavelmente já deve ter ouvido falar de ferramentais com preços muito acessíveis para criar site de forma simples. Elas podem ser boas opções para os orçamentos mais reduzidos, além de serem fáceis de usar e muito flexíveis para a necessidade do seu negócio. Isso vai desde a criação do template até o serviço de hospedagem.

4. Use ferramentas intuitivas

Por fim, dê sempre preferência às ferramentas que não demandam um conhecimento técnico profundo para gerenciar e fazer a manutenção do seu site. Especialmente no caso das ferramentas gratuitas, o barato pode sair caro.

Afinal de contas, se você tiver problemas para criar site e fazer mudanças nele, o tempo gasto em todo o processo pode acabar te prejudicando. E o melhor de tudo é que hoje você pode encontrar serviços por um preço acessível, com ferramentas intuitivas e um ótimo custo-benefício.

Quer garantir a visibilidade do seu negócio no universo on-line? Então, clica aqui e descubra como criar a sua loja virtual pagando muito pouco!

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: