Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Cultura Data Driven: como implementar com eficiência em sua empresa

Algar Telecom | 27 de setembro de 2019

MGE

Em um mercado cada vez mais competitivo, tomar decisões de negócio precisas e oportunas tornou-se imperativo. Essa necessidade transformou os dados em um ativo estratégico importante para as empresas. Desenvolver uma cultura Data Driven, nesse sentido, é um passo fundamental para guiar as empresas rumo ao sucesso.

No cenário dinâmico atual, a capacidade das empresas usarem dados para identificar desafios, oportunidades e se adaptar às mudanças com agilidade é fundamental, inclusive, para sua sobrevivência.

Continue a leitura para saber mais sobre a cultura Data Driven e para saber como implementá-la com eficiência na sua empresa!

O que é uma cultura Data Driven?

Quando uma empresa implementa uma cultura Data Driven, isso significa que ela passa a tomar decisões estratégicas com base na análise e interpretação de dados.

Isso, dentre outras coisas, permite que ela examine e organize seus dados com o objetivo de atender melhor seu público-alvo. Ao adotar essa abordagem, uma organização pode, por exemplo, contextualizar e/ou personalizar as mensagens que são enviadas para seus clientes atuais e potenciais a fim de alcançar melhores resultados.

Em outras palavras, uma cultura Data Driven é uma abordagem objetiva que capacita os colaboradores com os recursos e as habilidades necessárias para analisar dados. Assim, eles conseguem usar os insights extraídos para tornar o processo de tomada de decisão mais fácil, rápido e preciso.

Como implementar a cultura Data Driven com eficiência?

A mudança da cultural organizacional é um processo complexo. No entanto, quando adotada a abordagem correta, ela acontece de forma muito mais natural e rápida. Conheça alguns pontos fundamentais a serem observados por todas as empresas.

Estabeleça uma visão clara

Estabelecer uma visão clara é essencial para introduzir a cultura no DNA de uma organização. Um executivo, preferencialmente o gestor de TI, deve apresentar os objetivos e fornecer a justificativa para essa mudança. Isso, por sua vez, definirá o cenário para o trabalho futuro e proporcionará uma oportunidade para esclarecer dúvidas.

Ofereça as ferramentas certas

Os gestores de TI estão começando a acelerar a adoção de ferramentas de Machine Learning em seu fluxo de trabalho diário para automatizar tarefas manuais exaustivas e diminuir as ineficiências operacionais.

Esse tipo de ferramenta é essencial para uma cultura Data Driven, visto que ajuda na validação e na qualificação dos dados, além de fornecer recomendações automatizadas.

A melhor maneira de alavancar totalmente essa tecnologia é investindo em uma solução de Business Intelligence. Assim, você terá uma base de dados centralizada onde todos os membros da empresa podem acessar informações e receber recomendações.

Do mesmo modo, contar com ferramenta de Big Data também é essencial para efetuar análises completas de um grande volume de dados e obter os melhores insights para o seu negócio.

Para a equipe de TI, essas análises podem ser utilizadas para criar produtos melhores para o usuário final e também resolver problemas em sua arquitetura existente.

Capacite seus colaboradores

Ter informação à sua disposição não é suficiente para desenvolver uma cultura Data Driven. Esta é a razão pela qual a ciência de dados é um dos campos de crescimento mais rápido em tecnologia no momento. As empresas precisam criar um glossário de métricas que todos os membros da organização possam reconhecer.

Usando uma variedade de ferramentas, você pode descobrir que as informações utilizadas são drasticamente diferentes entre os diferentes conjuntos, mesmo se forem direcionados aos mesmos usuários no mesmo período de tempo. Cada API é diferente, e é por isso que é essencial que os membros da equipe estejam cientes dessas nuances para criar estratégias mais coesas que reflitam os dados que estão sendo compartilhados.

Alinhe dados com objetivos de negócios

Os gestores de TI precisam criar metas centradas em dados e rastrear os melhores KPIs ​​estratégicos para sua empresa. Desde as taxas de conversão até as métricas de retenção de aplicativos, os dados devem ser usados ​​de maneira acionável, assim, melhorando os processos internos e as experiência do usuário final.

A cultura orientada a dados visa melhorar todos os processos organizacionais e isso precisa ser medido e apresentado a todos os colaboradores, para que eles percebam a mudança. Essa é a forma de manter todos motivados na adoção da abordagem Data Driven.

Inclusive, você pode criar mecanismos de recompensa para os colaboradores ou equipes mais empenhadas na adoção da nova cultura. 

Compartilhar o sucesso dos dados é importante para inspirar os outros e desenvolver uma cultura saudável, competitiva e orientada por dados. Para compartilhar os resultados obtidos por uma equipe ou um indivíduo, você pode usar diferentes ferramentas de comunicação. Pode ser por meio de vídeos e blogs, reuniões especiais ou compartilhar os resultados no portal de sua empresa.

Certifique-se de escolher iniciativas que estejam alinhadas com a estratégia de longo prazo de sua empresa. Por exemplo, se o seu objetivo é penetrar em novos mercados ou reunir mais informações sobre seus clientes-alvo, você deve reconhecer e recompensar as iniciativas que ajudam você a progredir em direção a essas metas estratégicas.

Agora, você já conheçe algumas iniciativas fundamentais para implementar uma cultura Data Driven com eficiência. Se você gostou deste conteúdo, então também irá gostar de descobrir as vantagens da análise preditiva em uma abordagem Big Data.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: