Tecnologia Algar Telecom | 8 de maio de 2020

Lawtech e legaltech: conheça as inovações do meio jurídico

Tempo de leitura: 5 minutos

Você já ouviu falar sobre lawtech e legaltech? Essas novas empresas chegaram para revolucionar de uma vez por todas o meio jurídico assim como as fintechs transformaram os serviços prestados no sistema financeiro.

Por mais que nem todo mundo ainda conheça essas startups, saiba que o mercado brasileiro já conta com várias delas voltadas para diferentes necessidades. Quem sabe a sua empresa não possa ser beneficiada por elas?

Continue lendo para entender melhor o que elas fazem e descubra se elas são úteis para o seu negócio!

Lawtech e legaltech: do que se tratam?

Em alguns países, os termos possuem significados diferentes. Enquanto legaltech é usado para se referir à tecnologia jurídica ou legal, lawtech corresponde à empresa que desenvolve soluções para quem utiliza os serviços jurídicos.

No entanto, lawtech e legaltech são sinônimos no Brasil e, portanto, usados para se referir a um mesmo conceito: startups que desenvolvem tecnologias aplicáveis no meio jurídico. Ou seja, são empresas que encontraram nas soluções tecnológicas meios de atender às demandas do setor.

O surgimento delas se deve a uma necessidade do mercado de otimizar o tempo tanto nos escritórios de advocacia quanto nos departamentos jurídicos das organizações. Graças à base tecnológica, tais soluções tornam a rotina de trabalho mais eficiente e buscam eliminar as deficiências do setor.

Leia também: 4 dicas para aperfeiçoar a sua liderança, tomada de decisões e ainda beneficiar a sua empresa

Quais os impactos dessas soluções?

O setor jurídico é comumente lembrado pelas pessoas pela falta de eficiência. Diante desse desafio e da onda empreendedora dos últimos anos, os advogados se deram conta de que eles também poderiam empreender para melhorar os resultados do mundo jurídico.

As empresas com uma visão inovadora já enxergam as soluções de lawtech e legaltech como fundamentais para a expansão dos negócios. Veja abaixo quais são as principais vantagens trazidas por essas startups:

  • maior acesso à lei;
  • aumento da eficiência e da produtividade;
  • redução de custos;
  • organização de atividades jurídicas;
  • mais transparência nos processos legais;
  • alívio do Judiciário.

Quais setores podem contar com essas lawtechs?

Segundo a Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L), elas atuam em diferentes segmentos. Por isso, são divididas em 11 categorias de acordo com o tipo de solução que oferecem:

1. Analytics e Jurimetria: plataformas para análise de dados e jurimetria com base em inteligência artificial.

2. Automação e Gestão de Documentos: soluções para interpretação e gestão de documentos jurídicos.

3. Compliance: ajudam as empresas a cumprirem as normas legais de funcionamento do negócio.

4. Conteúdo Jurídico, Educação e Consultoria: fornecem conteúdos informativos, prestam consultoria e assessoria tributária.

5. Extração e Monitoramento de Dados Públicos: monitoram e promovem a gestão de informações públicas disponíveis na internet.

6. Gestão – Escritórios e Departamentos Jurídicos: startups focadas em ferramentas dedicadas à gestão da rotina de escritórios de advocacia e departamentos jurídicos.

7. IA – Setor Público: soluções de inteligência artificial voltadas para o poder público.

8. Redes de Profissionais: plataformas que reúnem profissionais do Direito para que pessoas de todo o Brasil possam encontrá-los.

9. Regtech: soluções voltadas para problemas relacionados às exigências de regulamentação.

10. Resolução de Conflitos Online: empresas que tentam encontrar formas de resolver conflitos sem recorrer à Justiça.

11. Taxtech: startups que oferece ferramentas focadas em questões tributárias de diversas naturezas.

As soluções de lawtech e legaltech podem beneficiar a sua empresa, facilitando e profissionalizando determinadas atividades. Portanto, comece a avaliar a possibilidade de investir em um serviço desse tipo, pois pode render ótimos retornos para o seu negócio.

Quer trazer ainda mais profissionalismo para a sua empresa? Então entenda agora porque é importante contar com um e-mail corporativo.

https://www.algartelecom.com.br/empresas?utm_source=blog&utm_medium=banner&utm_campaign=algarempresa

Deixe seu comentário