Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Como transformar seu hobby em um negócio lucrativo

Algar Telecom | 5 de abril de 2016

Os hobbies revelam interesses e motivações bastante enraizados nas personalidades das pessoas. Transformá-los em profissão pode ser altamente gratificante, mas também exige certa mudança na forma de se relacionar com eles. O tempo de dedicação e a forma como se realizam as atividades profissionalmente podem e devem sofrer alterações.

Seja devido a um cenário de crise que faz com que inúmeros profissionais sejam demitidos e tenham que buscar novas formas de garantirem sua remuneração ou pelo fato de serem infelizes em suas atuais carreiras, são diversos os motivos que levam as pessoas a quererem transformar um hobby em um empreendimento. Em qualquer caso, para se obter sucesso é necessário que a pessoa se dedique, tenha foco e objetivos. Estudar o mercado e as possibilidades de inovação no meio também é importante.

Confira algumas ações necessárias para se obter sucesso ao transformar um hobby em um negócio:

Trace um plano de ação

 

Ter metas e objetivos, pessoais e profissionais, bem definidos é fundamental. Analise se essa carreira irá suprir suas necessidades financeiras e se seus conhecimentos realmente farão do seu hobby uma profissão rentável. Certifique-se se há estabilidade, se há mercado e se ela será durável ou terá prazo de validade definido.

Consultar um especialista também pode ser uma boa ideia para evitar problemas futuros. Entre em contato com um contador de confiança para que ele indique a você quais documentos e impostos são necessários para a sua atividade. Muitas pessoas não entendem dessa parte mais burocrática, portanto, o auxílio de um especialista pode ser muito bem vindo na hora de registrar o seu negócio.

Busque fontes de conhecimento fora da sua área de atuação

 
Como na maioria das vezes esse profissional começa trabalhando em casa e desempenhando uma atividade específica, se esquece de que, ao abrir um negócio, é necessário buscar outras fontes de conhecimento fora da sua área de atuação. É importante não ser bom apenas ao desempenhar sua tarefa principal, ou seja, o hobby, como também ter conhecimentos em administração, marketing e saber como gerenciar um negócio, pois, ao contrário, certamente não irá durar muito tempo no mercado.

Ao trabalhar em um home office, as pessoas, muitas vezes, têm dificuldades para administrar seu tempo de trabalho, além dos custos da empresa e custos pessoais. É importante, portanto, ter uma conta separada da pessoa jurídica e da pessoa física, cada uma com sua contabilidade. Isso significa organização, administração e empreendedorismo.

Estude a concorrência

 

Não existe mercado sem concorrência, portanto, não importa o quão diferente é o produto e/ou serviço que você oferece, você não está sozinho. Mas isso é necessariamente ruim. Ao conseguir identificar e analisar seus concorrentes, você saberá mais sobre como o seu negócio é visto sob o ponto de vista do mercado e como ele está sendo precificado, além disso, é possível que a partir do estudo de outras marcas, você consiga tecer um paralelo com o seu caso e traçar estratégias.

Lembre-se, no entanto, de que não adianta trabalhar pensando em fazer sempre algo melhor do que o seu concorrente, além de desperdiçar recursos financeiros, será inútil. O diferencial é sempre entregar o que seu cliente deseja e é justamente através da análise da concorrência que você irá identificar o que eles querem e não estão conseguindo com as outras marcas.

As ações acima citadas são os passos básicos a se tomar ao decidir transformar seu hobby em um empreendimento. Assim, você conseguirá manter seu negócio ativo por mais tempo e terá menos surpresas pelo caminho. Lembre-se, no entanto, de que um passo importante já foi dado: você decidiu trabalhar com aquilo que gosta de fazer, o que já facilita bastante a jornada.

 

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: