Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Obrigatoriedade de emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e)

Algar Telecom | 23 de outubro de 2019

MPE

A Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica é mais um passo do governo rumo à era digital. Com a facilidade promovida pela tecnologia e a utilização em massa de serviços eletrônicos, o fim dos documentos físicos parece algo natural.

Porém, ainda que seja o melhor caminho, muitos contribuintes têm dúvidas sobre como funcionam esses novos documentos digitais, e isso pode trazer problemas não esperados. A compreensão dos processos é algo fundamental para as empresas, para o governo e para os consumidores.

Para ajudar, criamos este artigo com os pontos mais importantes sobre a NFC-e. Continue lendo e confira o nosso miniguia. Boa leitura!

O que é a NFC-e?

NFC-e é a sigla para Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, sendo um documento oficial existente apenas em formato digital. Trata-se de um projeto baseado na NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), modelo 55, um módulo do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

A NFC-e basicamente substitui o cupom fiscal físico e a Nota Fiscal de Vendas ao Consumidor, documentos emitidos em operações de entrega a domicílio ou em fechamento de vendas para o cliente final. 

Quais as vantagens da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica?

As vantagens de uma Nota Fiscal de Consumidor são inúmeras e impactam diferentes agentes. Entenda melhor abaixo:

Vantagens para as empresas contribuintes

Para as empresas, as vantagens são ainda maiores. Confira as principais:

  • Sem obrigatoriedade de questões acessórias como atestados de intervenção, aposição de lacres e registros mapa de caixa;
  • Possibilidade de uso de impressora não-fiscal, economizando gastos no processo;
  • Sem exigência de homologação de hardware ou software;
  • Integração de plataformas de vendas virtuais e físicas;
  • Sem a exigência da presença do Interventor Técnico;
  • Integração com programas de Cidadania Fiscal;
  • Redução de custos com papel.

Vantagens para o governo

Além de receber em tempo real as informações fiscais, com a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, o governo consegue monitorar remotamente as operações e melhorar o seu controle fiscal no setor de varejo.

Vantagens para o consumidor

Com a NFC-e, o consumidor também consegue consultar as informações em tempo real no site da SEFAZ, assim como pode receber o DANFE da nota de maneira digital. Além disso, ele passa a ter maior segurança quanto à validade da operação efetuada.

    Como emitir a NFC-e?

    Para que você possa emitir a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica, a sua empresa precisa estar liberada pela SEFAZ do seu estado. Como o cadastro é feito diretamente pela Secretaria da Fazenda individual, a aprovação pode variar.

    Depois da inscrição e da aprovação no SEFAZ, você deve seguir esses passos:

    • Adquirir o Código de Segurança do Contribuinte (CSC);
    • Obter um Certificado Digital de Pessoa Jurídica com o número do CNPJ;
    • Conseguir uma Assinatura Digital Eletrônica;
    • Contar com uma conexão com a internet;
    • Ter uma impressora não fiscal;
    • Ter um software emissor de NFC-e.

    Como funciona a obrigatoriedade da NFC-e?

    Embora a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica seja uma obrigatoriedade nacional, cada estado está livre para definir sobre a adesão ou não da norma. Isso acontece, pois o tipo de tributo, o do varejo, é uma ação de autonomia estadual.

    Com isso, além de escolher a época de adesão da obrigatoriedade, os estados definem seus próprios critérios de prazos para os contribuintes.

    O fato é que, como um módulo do SPED fiscal, a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica tem como principal objetivo reduzir os custos das empresas e dinamizar seus processos diários. Além disso, ela representa mais um esforço do governo para garantir menos inadimplência na arrecadação fiscal das Secretarias da Fazenda dos estados.

    Para manter seu negócio em conformidade com as obrigações do mercado, confira aqui uma solução que facilita o trabalho da sua equipe financeira. Clique no link e saiba mais!

    Posts relacionados:

    Para melhorar sua experiência,
    selecione um perfil de conteúdo: