MPE Algar Telecom | 13 de janeiro de 2020

4 dicas para aperfeiçoar a sua liderança, tomada de decisões e ainda beneficiar a sua empresa

Tempo de leitura: 5 minutos

Pode até ser que você nunca tenha ouvido falar sobre rugby, mas saiba que os All Blacks —  apelido do time da Nova Zelândia — têm muito a ensinar sobre liderança, comportamento de equipe, entre outros fatores que podem ajudar o seu negócio.

O método de gestão utilizado por eles é tão eficiente que virou o best-seller “Legado: 15 lições sobre liderança que podemos aprender com o time de rugby All Blacks”, escrito por James Kerr.

Quer saber quais são essas lições e como você e sua empresa podem se beneficiar com elas? Então continue neste post!

As lições de liderança dos All Blacks

O time de rugby da Nova Zelândia é conhecido por um nome interessante: All Blacks. Isso graças ao uniforme inteiramente negro utilizado por eles.

Com índices de 86% de vitórias, a equipe chamou a atenção do mundo e de James Kerr, que passou cinco semanas com o time, durante a preparação para a Copa do Mundo de Rugby de 2010, para identificar o que levava eles a números tão significativos.

Os primeiros pontos descobertos pelo autor têm a ver com a cultura do time e com os conceitos que eles utilizam no dia a dia. Dessa forma, Kerr percebeu que muito dos métodos utilizados para gestão da equipe poderiam inspirar e beneficiar líderes de diversos setores e modelos de negócios, e não apenas dentro do esporte.

Veja como a lições extraídas dos All Blacks podem ajudar a melhorar a sua liderança e, com isso, fazer sua empresa crescer cada dia mais.

1. Pense de maneira coletiva

Por mais que a sua equipe tenha um notável talento, dar destaque somente para essa pessoa pode não apenas frustrar e desmotivar os demais membros, mas também desequilibrar as atividades desempenhadas.

Os All Blacks contam com grandes talentos individuais — inclusive dois, dos cinco melhores jogadores de rugby do mundo, são desse time — e, mesmo assim, eles prezam e priorizam a coletividade.

Na equipe da Nova Zelândia o talento individual só entra em jogo quando o coletivo não está funcionando como esperado. Também por esse motivo, o time pode ser considerado “auto gerenciável”, já que cada um sabe exatamente qual função desempenhar e qual o seu objetivo dentro da equipe.

2. Conheça bem o que cada funcionário faz

Por falar em saber qual função desempenhar, outra dica de liderança que os All Black nos dão é sobre ter conhecimento das funções desempenhadas pelas demais pessoas da equipe.

Nos All Blacks é comum os jogadores mudarem de posição durante o jogo sem comprometer o desempenho do time e os objetivos que pretendem alcançar. Isso é possível porque cada um deles têm conhecimento profundo sobre a sua função e a do seu companheiro de time.

Leia também: OS SEGREDOS DA LIDERANÇA NÍVEL 5

No caso da sua empresa, essa dica pode ser aplicada quando um funcionário falta, por exemplo. Seja pelo motivo que for, as tarefas desempenhadas por ele precisam ter continuidade para não prejudicar a dinâmica do negócio.

Quando um ou mais colegas sabem o que precisa ser feito, eles automaticamente ocupam a função, garantindo a continuação das atividades sem maiores transtornos, tanto para a equipe quanto para a empresa.

3. Capacite seus funcionários

Mas isso só é possível quando se tem funcionários altamente capacitados para as funções. No caso dos All Blacks, cada jogador tem pleno conhecimento da sua posição e de como trabalhar para que o time vença o jogo.

Se voltarmos isso para uma visão de liderança empresarial, podemos dizer que se assemelha a ter uma equipe composta de colaboradores capacitados e treinados para exercerem suas funções.

Os All Blacks passam por horas e horas de treino, que envolvem desde fundamentos básicos até planejamentos táticos. Trazendo isso para o seu negócio, podemos comparar a oferecer aos seus colaboradores especializações, treinamentos e capacitações que os tornem ainda mais aptos para exercerem suas funções.

4. Nunca desista e nem deixe a sua equipe desistir

Uma boa liderança é aquela que motiva a equipe a seguir em frente, mesmo em momentos de adversidade.

Independentemente do placar, os All Blacks nunca perdem o ritmo. Essa característica permite que eles virem jogos a seu favor mesmo quando tudo indicava uma derrota e, muitas vezes, no último minuto da partida.

A dica tirada dessa lição é: mesmo que as coisas não estejam saindo como você e sua equipe planejaram, não desistam. Ajustes podem ser necessários, novas perspectivas e metodologias podem ser criadas etc. O importante é não perder o foco, a velocidade e buscar sempre o melhor para todos.

Do ponto de vista de liderança, os All Blacks ainda oferecem outras boas lições, tais como:

  • não se acomodar e sempre buscar o melhor para o ambiente de trabalho e para a empresa como um todo;
  • nunca se considerar grande demais para realizar trabalhos que acredita serem pequenos;
  • aprender a compartilhar responsabilidades e permitir que todos também se sintam parte das conquistas.

Existem outras formas de melhorar o desempenho da sua equipe e, com isso, ajudar a sua empresa a crescer mais. O meetup é um deles. Quer saber mais? Então acesse este link e descubra!

empresas

Deixe seu comentário