Inovação Algar Telecom | 4 de outubro de 2021

O que é uma Startup? Guia completo sobre o modelo de negócio

Tempo de leitura: 5 minutos

O empreendedorismo se tornou o sonho de muitas pessoas. Algo que foi ainda mais impulsionado pela crise econômica nos últimos meses, que aconteceu como consequência da pandemia do COVID-19. Com isso, o termo “o que é uma startup” começou a ser amplamente pesquisado.

Isso porque as startups se popularizaram muito durante os últimos anos. Elas têm chamado ainda mais atenção por possuírem um modelo de negócio rentável, baseado na escalabilidade. Atualmente, há diversas startups de sucesso no mercado, como Uber, Airbnb, Nubank, e muitas outras.

Mas o que é uma startup exatamente?

Neste artigo, você vai aprender:

O que é uma Startup?

Startup é um termo usado para descrever empresas que se encontram em seu período inicial, e que possuem um modelo de negócio repitível e escalável. São caracterizadas, principalmente, pelo seu foco em trabalhar soluções tecnológicas e inovadoras.

Este termo surgiu no Vale do Silício, uma região na Califórnia nos Estados Unidos, que é muito conhecida por ser o berço de muitos negócios de sucesso. Foi neste polo tecnológico que se originaram empresas como Google, Facebook e Apple, por exemplo.

Elas se tornaram conhecidas com o surgimento e popularização da internet, nos final dos anos 90, quando também houve uma grande valorização de empresas relacionadas ao universo digital. 

Falei mais sobre o assunto no episódio do Algar Talks, onde tive a honra de participar com o meu sócio Leonardo Burtet. Confira:

Qual empresa pode ser considerada uma Startup?

Não é qualquer empresa nova no mercado que se encaixa nesse modelo de negócio. Para ser considerada uma startup, é necessário propor algo não-tradicional, que nunca tenha sido visto ou testado anteriormente no mercado.

Ou, simplesmente, resolvendo um problema de uma maneira inovadora.

Steve Blank, considerado o “pai das startups”, afirma que startups são organizações temporárias em busca de um modelo de negócios repetível e escalável.

Eric Ries, por sua vez, fundador da movimento Lean Startup, diz que uma startup é uma instituição humana criada para entregar um novo produto ou serviço em condições de extrema incerteza.

Dessa forma, você pode entender uma startup como sendo uma empresa temporária que deseja resolver um problema que não possui uma solução óbvia. Além disso, ela é baseada em um modelo de negócios repetível e escalável.

Quais são os critérios de enquadramento de uma Startup?

Há alguns atributos bem característicos que estão presentes em startups, e que contribuem para ser um modelo de negócio de sucesso.

Confira quais são eles:

Inovação

Uma parte extremamente importante e que agrega muito valor a uma startup é uma ideia ou solução diferente e criativa, algo que ainda não exista no mercado.

Escalabilidade

Além de inovador, o modelo de negócio deve ser escalável, ou seja, deve ter capacidade de gerar lucro e crescer de maneira rápida e sustentável.

Baixo custo

Focar e investir no que realmente importa para manter a empresa funcionando, cortando todos os gastos não necessários. Ou seja, fazer com que a empresa produza mais com uma gestão financeira eficiente.

Planejamento

O planejamento é um dos pilares para o sucesso de uma startup. Através dele, é possível definir metas, objetivos e outros pontos norteadores para que a empresa prospere.

Pesquisa

Em conjunto com o planejamento, a fase de pesquisa vai ajudar a instituição a atingir os objetivos definidos.

Ela é essencial para saber mais sobre o mercado escolhido, a demanda do produto ou serviço oferecido, público-alvo e qualquer outra informação essencial.

Como as startups conseguem investimento? 

Para começar a busca por investidores, é importante ter ao menos uma estrutura básica. Ou seja, algo que seja atrativo e inovador para ser apresentado, como um protótipo ou plano de negócios.

Através deles, você pode provar que o seu negócio tem uma ideia atrativa, possui um mercado a ser explorado e apresenta um bom potencial de retorno se for investido.

Mostrar um planejamento bem estruturado, com objetivos, previsão de lucro e metas para o futuro da startup, aumenta bastante a chance de ganhar investimento.

Para isso, também é importante que você prepare muito bem o seu pitch. Assim, vai ficar muito mais fácil vender o seu peixe.

Há alguns tipos diferentes de investidores, como:

  • Investidor Anjo: investidores dispostos a aplicar grandes quantias no negócio enquanto ele está em fase inicial;
  • Aceleradoras: empresas que oferecem ferramentas e recursos para que as startups se estabeleçam no mercado;
  • Bancos ou programas do governo: empréstimos de bancos ou até programas governamentais que oferecem subsídios para certos tipos de startups.

Mudanças com o marco legal das startups

O Marco Legal das Startups é um documento publicado em Junho de 2021 que define a nova regulamentação das startups, ditando regras para o setor. Ele possui vários pontos importantes, como por exemplo: 

  • Definição de startup como organização empresarial ou societária, inovadora e em estágio inicial, com critérios mais definidos;
  • Adoção do Simples Nacional como referência para o contrato do investidor-anjo;
  • Simplifica a estrutura das sociedades anônimas;
  • Maior segurança para os investidores ao estabelecer que o investidor não responderá por qualquer dívida da sociedade;
  • Ampliação das aplicações de sandbox regulatório, que possibilita que instituições e licitações testem projetos inovadores com condições especiais.

Com a vigência da Lei no Brasil, as startups ganham mais notoriedade pelo seu papel significativo no momento econômico atual do país, e também pela sua importância no futuro.

Assim, elas passam a ganhar mais autonomia e impacto na economia brasileira.

Agora que você já sabe o que é uma startup, quer saber como atrair mais clientes mesmo com pouco dinheiro? Preparei um conteúdo especial para você com esse passo a passo -> quero conhecer!

Leandro Piazza Empreendedor e Professor Universitário, Leandro é especialista em startups pela Universidade de Stanford (programa Accelerate Your Startup Idea). CEO da 49 educação, é considerado um dos dez melhores mentores do Brasil pelo Startup Awards.

Deixe seu comentário