Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

6 estratégias para a gestão de talentos em RH

Cristina Cruz | 3 de fevereiro de 2017

As pessoas certamente representam o ativo de maior relevância quando o assunto é o sucesso de uma empresa. Uma das razões para que isso aconteça está relacionada ao fato de que sem o capital humano nenhum dos outros tipos de capitais, como financeiro e institucional, por exemplo, podem ser integralmente desenvolvidos. Assim, as organizações são essencialmente formadas por pessoas que, organizadas em estruturas pré-determinadas, conseguem juntas criar valores, filosofias e objetivos relacionados ao negócio em que atuam. Esse conjunto de ações, determinante para a criação das estratégias que irão conduzir todo o trabalho, é o que torna possível vencer a concorrência, se destacar no segmento de atuação e, consequentemente, gerar maior valor para a empresa.

E é justamente para cuidar e fazer a gestão dessas relações humanas que existe o setor de Recursos Humanos (RH). Encarregado de cuidar do recrutamento, seleção, treinamento e relações trabalhistas dentro de uma organização, o RH precisa estar sempre atento ao modo como o relacionamento entre as pessoas, independentemente dos cargos que elas ocupam, é conduzido dentro da empresa.

Muitos princípios que ainda são utilizados por esse departamento foram criados no início dos anos 2000, quando o poder corporativo era profundamente centralizado e as estruturas hierárquicas muito rígidas. Com o boom da tecnologia e de aplicativos sociais, essa lógica começou a ser alterada e as organizações passaram a ser cada vez mais horizontais e colaborativas. Assim, o papel de ser apenas um cumpridor de regras mudou, e o RH passou a ser visto como um setor vital para a conquista e o desenvolvimento de gestores e colaboradores.

Desse modo, é preciso que as práticas relacionadas ao trabalho desempenhado pelos Recursos Humanos sejam repensadas e remodeladas, de acordo com esse novo cenário. Isso significa dizer que conceitos antigos, como revisão de metas anuais e treinamentos apenas em formato de eventos, precisam ceder espaço para uma forma sistêmica de gestão, em que as ações passem a ser recorrentes e que todos os níveis da empresa sejam envolvidos da mesma forma nessas ações. Nesse sentido, confira a seguir 6 estratégias relacionadas à gestão de talentos que o seu RH pode colocar em prática para potencializar a atuação do departamento dentro do seu negócio.

1) Estruture um modelo sustentável de recrutamento, crescimento e sucessão

Criar formas de recrutamento que atendam às expectativas, tanto da empresa quanto dos candidatos, é o primeiro passo para o início de um bom trabalho. Deixar claro quais são as necessidades inerentes a cada tipo de vaga, saber comunicá-las além de aplicar uma seleção transparente, que ofereça feedback aos candidatos, são algumas das ações possíveis de serem colocadas em prática pelo setor. Investir em estratégias relacionadas à retenção de talentos e oferecer possibilidades atraentes de desenvolvimento e crescimento de carreira também são medidas que ajudam na estruturação de um modelo sustentável voltado para contratação e manutenção de bons profissionais por parte do RH.

2. Aposte no pagamento por desempenho

Desenvolver uma cultura de pagamento por desempenho, que premia os colaboradores com base  no alcance de objetivos pré-determinados pela empresa, é uma ótima maneira de motivar e intensificar o potencial dos talentos humanos. Estabelecer metas bimestrais ou trimestrais e fornecer feedbacks periódicos, a fim de melhorar o desempenho dos funcionários, são algumas das ações que podem aperfeiçoar esse trabalho, que normalmente é colocado em prática por meio de uma parceria entre os diretores da empresa e o RH.

3. Aproxime o RH do CEO

Uma relação próxima entre o RH e o CEO da empresa é fundamental para um trabalho bem-sucedido de gestão de talentos. Para que as iniciativas sejam implementadas de forma eficiente, é preciso contar com o apoio ativo do CEO, uma vez que é ele a pessoa que normalmente disponibiliza os recursos e facilita a comunicação entre os diretores e os demais departamentos da organização.

4. Faça com que todos os colaboradores tornem-se embaixadores da empresa

Colaboradores felizes na empresa onde trabalham normalmente fazem a indicação da mesma para conhecidos. Por isso, criar uma cultura que valorize os talentos e faça com que eles se sintam realmente parte do time, é muito importante para que eles se tornem embaixadores do negócio, indicando a empresa a outras pessoas de seu convívio. Criar um programa de indicações, por exemplo, é uma ótima forma de colocar em prática ações voltadas para a valorização e manutenção dos colaboradores, uma vez que as pessoas só indicam conhecidos se realmente gostam dos locais onde trabalham.   

5. Invista em capacitação

Investir no desenvolvimento profissional dos colaboradores, por meio de cursos diversos, treinamentos e especializações, é uma das estratégias mais eficazes para a retenção de talentos. Essa ação faz com que o funcionário se sinta valorizado pela empresa e busque dar o seu máximo em prol do local em que trabalha.

6. Use a comunicação a seu favor

A comunicação é vital para para que os objetivos da empresa sejam alcançados em sua totalidade. Por isso, ela deve permear todos os níveis hierárquicos da organização com o objetivo de descobrir desejos, dúvidas, opiniões e dificuldades das equipes de trabalho. Um maneira eficiente de trabalhar a comunicação em ambientes internos é aplicar os conceitos de endomarketing, que nada mais é que uma ferramenta que consegue capacitar, motivar e engajar os colaboradores visando envolver os objetivos pessoais de cada um na cultura organizacional da empresa.

O sucesso de uma organização está diretamente ligado às pessoas. Profissionais engajados, que realmente desejam dar o seu melhor em prol da empresa em que trabalham, representam uma das grandes vantagens competitivas de um negócio no mercado. Por isso, mesmo com um bom portfólio de produtos/serviços e poder de negociação relacionado a preços e estratégias de atuação no mercado bem planejadas, contar com os colaboradores certos pode fazer toda a diferença.

E você, já investe em estratégias para a gestão de talentos na sua empresa? Compartilhe conosco suas experiência nos comentários!

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: