Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Saiba como o Blockchain influencia novos negócios

Algar Telecom | 23 de setembro de 2016

A variedade de aplicações e mercados que a tecnologia abrange é impressionante. Investidores de Venture Capital, startups, líderes do setor, grandes players de tecnologia, associações e consórcios do setor estão de olho.

No mundo virtual, a evolução de novas tecnologias é constante e provavelmente poucas pessoas conseguem, de fato, acompanhar todas as mudanças que essa transformação traz. Mas, uma delas merece atenção e pode, inclusive, mudar a forma de se fazer novos negócios. Falamos do blockchain, o código de software de contabilidade digital que alimenta bitcoin, a moeda virtual.

Isso significa que por trás de cada transação digital, há uma assinatura que verifica a autenticidade dela. É basicamente esse o trabalho do blockchain, ou cadeia de blocos, se preferir traduzir. Por meio dele, é possível garantir a segurança para que ninguém possa piratear ou alterar os dados da operação realizada. Assim, todo e qualquer pagamento feito com Bitcoin, torna-se íntegro, ou melhor, completamente confiável.

Tudo acontece porque as entradas digitais de registros são distribuídas entre uma implantação ou infraestrutura. Isso quer dizer que a cadeia de blocos – que internamente conta com os nós e as camadas adicionais – tem cópias dos registros autenticados distribuídos entre eles, o que fornece uma conformidade sobre o estado de uma transação a qualquer momento.

A combinação desses nós e camadas adicionais acontece toda vez que uma nova transação ocorrer. Toda vez que você fizer um pagamento via Bitcoin, os nós que estão dentro da implantação de blockchain executam alguns algoritmos e avaliam o histórico do blockchain individual. Dessa maneira, é possível verificar o histórico dele individualmente e identificar se aquela assinatura é realmente válida.

Somente após essa confirmação o novo registro é permitido e um novo bloco será adicionado à cadeia de transações. Se os nós não reconhecerem o registro, a mudança é negada e nenhuma alteração é feita.  

Autenticidade por meio de “mineiros”

Em palestra promovida pelo TED, maior portal de conferências do mundo, Don Tapscott, digital strategist, explica porque o blockchain pode mudar o mundo dos negócios na internet. Segundo Don, essa fala tem um motivo que para ele é o mais importante de todos: pela primeira vez na história as pessoas podem confiar umas nas outras.

Fala essa que foi confirmada por meio de um artigo publicado pela  The Economist, que diz: “o Blockchain tem aplicações que vão além do dinheiro e da moeda. Oferece uma maneira para que pessoas que não se conhecem, ou que ainda não confiam umas nas outras, possam ter um registro confiável de quem é dono do quê e esse registro precisa ser validado por todas as partes envolvidas. Trata-se de um modo de criar e preservar verdades”.

Isso porque todo o dinheiro ou dados, documentos, entre outros ativos, não estão armazenados em um lugar centralizado e são distribuídos em um livro global que é bem maior. “Quando se faz uma transação, passa por milhões e milhões de computadores. Existe um grupo no mundo chamado de ‘mineiros’. São jovens mineiros de bitcoin, que têm uma potência de cálculo enorme ao seu alcance”, disse Don Tapscott.

Essa potência pode ser de 10 a 100 vezes maior que o Google em todo o mundo. Porque, esses mineiros criam blocos há cada 8 minutos com todas as transações. Para se ter uma noção sobre o volume criado diariamente, no último gráfico de status sobre as movimentações de blockchain em 24 horas há um volume de mais de 1,887.50000000 bitcoins mineirados.

“Eles se unem e começam a trabalhar para resolver alguns problemas difíceis e chegam a competir: o primeiro mineiro a averiguar a verdade e validar o bloco, é recompensado com moeda digital. Assim, cria-se uma cadeia de blocos e todos recebem um selo digital”.

Por isso, se alguém tentar usar o mesmo dinheiro para pagar duas ou mais pessoas, teria que piratear esse bloco e todos os outros anteriores, ou melhor, toda a história comercial dessa cadeia de blocos. Sendo não apenas em um computador, mas em milhões de computadores de forma simultânea com os níveis mais altos de criptografia a luz dos recursos de cálculo mais potentes do mundo.

Novos negócios na nova era da internet

Ainda que a posição de Don e outros analistas especialistas no assunto seja positiva e vejam no blockchaim como uma nova era da internet e uma maneira de mudar o mundo dos negócios, há quem diga que é preciso ter cautela nesse momento. Claro que devido aos problemas técnicos que surgem na medida em que mais e mais empresas começam a investir tempo e recursos financeiros em blockchain.

Comportamento considerado altamente compreensível se compararmos com as mudanças sofridas nas últimas décadas. Com a chegada da internet nos anos 90, as pessoas olhavam com desconfiança e muitas não acreditavam no futuro dela. Já nos anos 2000, o mercado precisou mudar a visão de negócios. Mais tarde vieram as redes sociais, sites e toda a informação que transformou a web na internet da informação. Agora, a mudança está voltada para a internet da prosperidade e colaboração.

Grandes empresas já investem

Ainda que haja desconfiança, é importante estar de olho nesse novo mercado porque grandes players e empresas como Microsof e bolsas de valores já estão investindo. Associações do setor como a R3CEV e a Linux Foundation têm concentrado em criações de blockchain voltadas para o corporativo, como a plataforma Corda para serviços financeiros e o Projeto Hyperledger para demais segmentos.

Para se ter uma ideia, a atividade bitcoin angariou um total de USD 474 bilhões em investimentos, apenas em 2015. Até junho deste ano foram mais de USD 433 bilhões. De olho nisso, startups de todo o mundo estão se preparando para mudar o mercado de TI. Isso também inclui armazenamento em cloud, contratos inteligentes, identidade digital, redes sociais, arte, inteligencia intelectual, entre outros.

Um exemplo de empreendedorismo nesse setor é a Digital Asset, que está em Nova York nos Estados Unidos. Em recente entrevista à revista Bloomberg Market a CEO da empresa, Blythe Masters, diz que a empresa está projetando um software que permitirá aos bancos, investidores e demais participantes do mercado a utilizar blockchain para mudar a maneira de negociar empréstimos, títulos e outros ativos.

Se ela está certa, ela vai estar no centro de mais um turbilhão que vai mudar os mercados. “Você deve tomar esta tecnologia tão a sério como deveria ter sido tomada o desenvolvimento da Internet no início de 1990. É análogo ao e-mail para o dinheiro”, revela.

Três passos para preparar-se para agir no momento certo

1. Fique atento ao mercado

O blockchain deve ser incluído como foco estratégico em pesquisas de mercado sobre as tecnologias que estão em ascenção. O importante é que você não perca o tema de vista e esteja sempre de olho nas novidades para saber de que forma poderá incorporá-lo em suas estratégias.

2. Avalie o nível de maturidade

Geralmente as novas tecnologias passam por algumas fases de maturação e o blockchain está em fase inicial, a que chamamos de emergente. É nessa fase que se identifica um grande potencial de transformação para quem se arrisca a ser pioneiro. Se o seu negócio é um tanto quanto conservador, continue apostando no passo um e fique pronto para pegar a segunda ou terceira onda, que pode trazer mais oportunidades de negócio, com uma ideia mais madura e valor comercial formado.

É importante que você também acompanhe as aplicações e busque exemplos de pessoas que investiram. Existem vários cases que podem ser estudados e implementados, se estiverem de acordo com o seu negócio.

3. Planeje-se bem e não ignore os riscos

Um dos grandes erros que empreendedores cometem é não se planejar. Sem fazer o devido planejamento, você ignora os riscos que um novo negócio pode trazer. O importante é que você tenha foco estratégico, acompanhe os setores, conheça as novas aplicações em ascensão e determine a melhor forma e a melhor maneira para começar a entrar nesse mercado. Assim, você estará preparado para entrar no jogo no momento correto.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: