Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Como evitar os erros cometidos no backup de dados?

Algar Telecom | 18 de janeiro de 2016

Por serem considerados recursos cada vez mais estratégicos para as empresas, os dados demandam cuidados especiais, por isso, precisam estar constantemente na pauta dos gestores. O foco principal devem estar nos desafios enfrentados e na respectiva adoção de práticas que garantam uma maior segurança nos processos. Nesse contexto, o backup surge como uma das principais medidas de proteção às informações, assegurando que estejam salvas em um ambiente seguro, independentemente de problemas com máquinas, servidores físicos ou manipulação inadequada de dispositivos e drivers.

Mas a verdade é que até os backups têm suas particularidades e exigem a devida atenção para que não comprometam quaisquer dados e corram o risco de prejudicar partes importantes do negócio. Conheça os 5 maiores erros cometidos no backup de dados e aprender direitinho a se prevenir contra eles:

Erros técnicos ou operacionais no backup de dados

Começando pelo básico: os maiores — e ao mesmo tempo mais comuns — problemas relativos à realização de backups diz respeito a complicações ou erros técnicos e operacionais, ou seja, falhas na preparação, na estrutura e no manuseio de equipamentos. Por incrível que pareça, são muitos os problemas nas estruturas física e operacional que têm o potencial de complicar a eficiência do backup, pois comprometem o tempo de sua realização, podendo até gerar interrupções ou falhas no armazenamento dos arquivos, criando espécies de espaços brancos ou erros de criptografia e decodificação nos documentos salvos.

Além disso, os formatos em que os arquivos são salvos também contam na hora de garantir que serão abertos em equipamentos diversos e não somente naquela máquina de onde foi extraído — o que pode resultar, por exemplo, em perdas no caso de problemas com aquele equipamento específico, como roubo, quebra e pane, entre outros. É importante, ainda, verificar se os arquivos estão livres de vírus ou elementos que os danifiquem de alguma maneira, garantindo que estejam íntegros nas consultas posteriores e não contaminem o ambiente de armazenamento como um todo, colocando em risco outros documentos.

Falhas na gestão de dados

A gestão de dados é responsável por partes importantíssimas no que se refere à eficiência dos backups. A fim de garantir não só o armazenamento adequado do conteúdo, como também de facilitar o acesso de pessoas autorizadas aos dados, a gestão deve pensar cuidadosamente em manter o devido equilíbrio entre a proteção em si e o fator disponibilidade. Assim, é essencial contar com uma série de critérios de segurança, configurando adequadamente autenticações, senhas e permissões para que se tenha controle e monitoramento sem inviabilizar a consulta de usuários devidamente autorizados.

Para evitar problemas em relação a esse quesito também é necessário gerenciar de forma correta as informações e classificações dos dados, para que esteja tudo organizado do modo mais prático e simplificado possível, com o propósito de facilitar a retomada de arquivos sempre que necessário.

Erros de adequação da infraestrutura

Uma infraestrutura adequada, que opere sob demanda e permita escalabilidade de modo a comportar todo o volume de dados conforme seu crescimento e suas exigências é simplesmente imprescindível para o backup efetivamente dar certo. Fora isso, testar o backup corretamente também é indispensável. É preciso usar ferramentas atualizadas e considerar o tempo de restauração, assim como a durabilidade dos discos, caso o armazenamento não seja feito virtualmente.

Para tanto, as empresas podem contar com serviços especializados de suporte, que ofereçam espaço, gerenciamento e assistência de ponta, para minimizar apreensões e adversidades causadas pela falta de orientação ou qualidade nos processos vitais de armazenamento. Nesse caso, contar com o provimento de infraestrutura de qualidade e com especialistas que entendam suas necessidades e ofereçam as melhores e mais adequadas soluções é uma ótima alternativa para fugir dos erros.

Dessa forma, você pode aproveitar também para adquirir pacotes de serviços de telecomunicações e Tecnologia da Informação que ofereçam integração — hosting, nuvem, videoconferências e serviços de transmissão de voz, dados e internet — de forma terceirizada, para suprir de uma só vez todas as demandas da empresa na gestão de seus dados, mantendo-os salvos seguramente.

Falhas na integração da TI

Embora esteja incumbida da enorme tarefa de gerenciar e efetivamente fazer o backup dos dados, a TI não pode, em si, tomar toda a responsabilidade de definir como melhor realizar esses serviços de armazenamento. Como os dados são provenientes de diversos setores dentro da empresa, são relevantes para várias equipes e não somente para quem trabalha no ambiente de TI. Torna-se essencial, por isso, levar em consideração as necessidades dos demais departamentos.

Isso significa que a TI precisa ouvir os demais times antes de definir os intervalos em que irá armazenar dados, em quais pastas os dividirá, quais tipos de arquivos precisará classificar e manter e, enfim, como organizar todo o arsenal de dados do negócio para facilitar consultas, apoiar decisões e manter históricos acessíveis, dentre outras inúmeras funcionalidades possíveis. Ou seja, a função do setor de TI não é apenas guardar tudo em seu lugar como bem entender, mas sim fazê-lo dentro de uma estratégia que leva em conta a empresa como um todo.

Erros de políticas orientadoras

Existe uma grande necessidade de orientar os colaboradores, instruindo-os para que sigam políticas de segurança, não deixando brechas na utilização de senhas e manipulando os dados da forma correta. A solução para esse tipo de problema é, portanto, criar uma cultura colaborativa por meio da qual todos estejam engajados em um grande propósito: proteger os dados, atualizando e cuidando da parte que lhes é cabida nos backups.

Com infraestrutura e a devida orientação permitindo que os dados trafeguem entre departamentos ou até mesmo filiais da empresa com privacidade, agilidade e segurança, definitivamente fica mais fácil controlar a incidência de falhas nesse processo tão importante.

E então, agora que já sabe o que evitar na hora de trabalhar com backups em sua empresa e como se prevenir dos maiores erros cometidos nesse processo, comente e nos conte se ainda ficou alguma dúvida! E que tal receber mais dicas interessantes sobre gestão de dados e tecnologia para seus negócios? Assine agora mesmo nossa newsletter!

Por: Equipe de Conteúdo Algar Telecom

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: