Consultor Especializado mais perto da sua empresa> Sou de Média e Grande Empresa Sou de Micro e Pequena Empresa

Para melhorar sua experiência, selecione um perfil de conteúdo:

8 maneiras de melhorar a performance da sua rede sem fio

Dicas simples podem eliminar problemas e otimizar o sinal do Wi-Fi nas empresas

09/out
Redação
8 maneiras de melhorar a performance da sua rede sem fio

É impossível imaginar uma empresa moderna sem internet. Incontáveis processos básicos seriam imediatamente comprometidos, não é mesmo? Nunca as pessoas e os negócios estiveram tão conectados uns com os outros. As tecnologias, aprimoradas a cada dia, transformam as atividades humanas incessantemente, propiciando o surgimento de um grande ecossistema em rede. Os empreendimentos mais propensos a prosperar são aqueles que levam em conta o poder da conectividade.

Empresas maduras são aquelas conectadas com todos os seus públicos em um grande ciclo produtivo. É impossível ignorar o poder de transformação e as infinitas possibilidades do uso da internet para um ambiente empresarial, desde a automação de processos até o exponencial aumento de produção.

Banda larga, acesso móvel à internet e tecnologias de rede semântica, quando utilizadas de forma integrada, criam um ambiente maduro e inteligente de desenvolvimento.  A internet passou de artigo de luxo, no início dos anos 90, para uma ferramenta impossível de ser descartada, pois proporciona uma cultura de colaboração horizontal, rompendo barreiras de setores ou departamentos.

A internet sem fio (Wireless Local Area Networks) já é um item básico em quase todas as micro e pequenas empresas pela sua praticidade e eficiência, permitindo vantagens que vão desde a otimização do espaço físico e redução de custos, até a distribuição inteligente de conexão. A digitalização deve ser buscada em todos os ambientes corporativos.

Mas algo que deveria ser a solução de problemas torna-se uma dor de cabeça para inúmeras empresas. Conexão instável, sinal inconstante, velocidade baixa entre uma série de características comprometem a produtividade da empresa e criam uma relação de amor e ódio com a sua própria rede.

Escolhendo o plano correto e testando a velocidade de conexão

O primeiro e mais essencial passo para uma boa internet sem fio é saber escolher um plano comprovadamente de qualidade e desenvolvido especificamente para a realidade empresarial. O mesmo sistema indicado para residências não é o mais correto para uma MPE. No mercado, existem planos flexíveis de acordo com a realidade de cada demanda, elaborados para aumentar o desempenho e a eficiência dos negócios.

Mesmo que o sinal do Wi-Fi esteja alto, a velocidade de internet contratada pode estar deixando a desejar. Para saber se o desempenho é satisfatório, basta testar a própria velocidade de conexão.

Mas até mesmo bons planos de internet podem não operar com toda a eficiência, se alguns parâmetros não forem considerados. Isso acontece pelo fato da rede sem fio ser baseada em ondas de rádio, o que a torna muito suscetível a interferências. Por sorte, muitos desses problemas podem ser amenizados ou até mesmo eliminados com dicas extremamente simples para aumentar o sinal. Vamos a elas?

1 – Escolha o melhor lugar para o roteador

O roteador irradia ondas de rádio por todas as direções. É como se o roteador formasse um grande círculo de ondas, onde o sinal se propagaria do centro em direção às extremidades. Isso significa que se ele for instalado no centro do imóvel, porém,  esse sinal será repartido e terá mais chances de abranger todos os cômodos com eficiência.

Também leve em conta o grau de isolamento físico do roteador. De nada adianta a instalá-lo na área central da empresa se esse ambiente for totalmente cercado por paredes, pois funcionaria como uma barreira física para a dissipação das ondas.

Outro conselho é instalar o aparelho em um lugar alto, acima do nível dos móveis, como em um suporte fixado na parede ou em uma estante. Isso reduz as barreiras e facilital a propagação do sinal.

2- Modifique o canal de transmissão
O sinal pode estar sendo diretamente comprometido por conflitos com outras redes. Isso se tornou muito comum com a popularização da internet sem fio em empresas e residências. As redes são divididas em canais de frequência, que podem estar saturados pela grande utilização, ainda mais em prédios ou imóveis muito próximos. Os canais mais eficientes e menos saturados também podem variar dependendo da região do país.  

Existem softwares de fácil utilização que auxiliam no diagnóstico correto sobre a pureza dos canais de rede, tanto para computadores quanto para dispositivos mobile.  Os programas Inssider e Netsumbler, por exemplo, permitem explorar, automaticamente e em tempo real, o estado das redes próximas ao computador.

Se a empresa tiver duas redes instaladas, o ideal é operá-las em canais diferentes. Apesar da maioria dos equipamentos trabalhar em frequências de até 2,4GHz, já existem roteadores com tecnologia 5GHz, capazes de fazer com que até 20 redes dividam o mesmo ambiente.

3- Fique de olho em aparelhos próximos
Vários aparelhos comuns ao dia a dia de uma empresa podem causar interferência direta no sinal da internet. Telefones sem fio e fornos de micro-ondas, por exemplo, operam em frequências próximas a 2,4 GHz, o que impacta diretamente no sinal Wi-Fi. Também é necessário ficar de olho em objetos metálicos, como armários, mesas e telas. Por questões físicas, quanto mais longe desses vilões, mais claro o sinal.  Para minimizar problemas assim e tornar mais eficiente a propagação do sinal, é aconselhável sempre deixar a antena do roteador na posição vertical.

4- Instale um novo firmware
Uma opção é reinstalar o firmware (conjunto de instruções operacionais programadas no dispositivo) para melhorar o seu desempenho. É como se o cérebro do equipamento fosse reprogramado para funcionar melhor. O primeiro passo é saber qual a programação atual do roteador e depois pesquisar as funcionalidades desse sistema.

As alternativas mais comuns de firmware são DD-WRT e OpenWRT, capazes de melhorar significativamente a performance dos aparelhos. A instalação pode soar complicada para leigos, por isso, é essencial se informar dos procedimentos corretos para não prejudicar a máquina em vez de melhorá-la.

5- Reinicie o roteador frequentemente
Como em qualquer máquina, o superaquecimento é um grave problema para os roteadores. Eles podem travar, diminuir o desempenho ou até mesmo ser danificados permanentemente. Jamais deixe-os ligados permanentemente. Sempre que possível, deixe-o descansando sem operar. Em dias de muita carga, também é interessante reiniciá-lo em algum momento da jornada de trabalho para operar com mais qualidade. Para evitar perdas de dados importantes por problemas repentinos nos roteadores, é essencial ter um sistema inteligente de backup em nuvem, como o Elastic Cloud.

6- Instale repetidores
Mesmo a estrutura de empresas de pequeno porte pode demandar um repetidor de sinal. Ao ser instalado em um cômodo com razoável sinal de Wi-FI, o aparelho é capaz de retransmitir esse sinal de forma potencializada.

Uma dica eficiente é comprar um novo roteador mais potente e utilizar o aparelho antigo como um repetidor, função possível de ser adaptada à maioria dos tradicionais dispositivos no mercado.

7- Cuidado com os ladrões de sinal
A prevenção no mundo digital é sempre uma boa ideia. Colocar uma senha segura mesclando códigos e números é mais do que essencial para evitar que pessoas aleatórias utilizem a rede gratuitamente. É importante lembrar que, quanto mais pessoas conectadas, mais repartido será o sinal e mais comprometido o desempenho. Mas, mesmo codificadas, as redes ainda podem ser utilizadas por vizinhos.

Entre os padrões de segurança na configuração da rede, estão os termos WEP, WPA e WPA2 (do menos seguro ao mais eficiente). As escolhas de segurança vão depender diretamente da necessidade de manter os aproveitadores longe da rede. Quanto mais novo for um sistema, menos propenso ele estará do conhecimento de hackers.

8- Fique atento a alguns programas
Alguns aplicativos e sites demandam uma banda gigantesca para operar, o que pode comprometer toda a rede sem fio da empresa. Vídeos streaming (Netflix e Youtube), downloads de torrents, jogos online, entre outras aplicações, comprometem diretamente o desempenho geral da rede.  

Uma dica é definir prioridades de acesso. Para isso, é possível instalar o sistema QoS (Quality of Service), melhorando a qualidade da conexão, sobretudo aquelas com muitos usuários.

E a sua empresa, tem um sinal de internet sem fio satisfatório? Lembre-se que quanto mais conectada seu negócios estiver, mais ganhos você terá com a nova realidade de transformação digital.

Quer conhecer os produtos da Algar Telecom para sua MPE? Acesse: https://compre.algartelecom.com.br/ ou agende uma visita com nossos consultores.

Receba informações e dicas exclusivas em TI e Telecom, assine nossa Newsletter:

Deixe seu comentário