Soluções Algar Telecom | 26 de novembro de 2018

Conheça quais são as 3 principais normas de qualidade em TI

Tempo de leitura: 5 minutos

As normas de qualidade em TI passaram a ter grande importância para as empresas. Isso se deu à crescente adoção das melhores práticas de TI que foi impulsionada pela necessidade do setor em gerenciar melhor a qualidade e a confiabilidade da TI nos negócios, além de responder a um número crescente de órgãos reguladores e requisitos contratuais.

Uma empresa que se mantém alinhada às melhores práticas de TI do mercado demonstra, além de preocupação em realizar serviços com qualidade, um empenho em fornecer aos seus clientes garantias quanto aos seus processos e sua busca constante por melhorias. 

Veja a seguir quais são as três principais normas de qualidade em TI, sua importância e como cumpri-las. 

Por que as normas de qualidade em TI são importantes?

O uso da tecnologia, atualmente, é o maior diferencial competitivo para as empresas. 

No entanto, devido à dependência da tecnologia por parte das organizações, esse setor é um dos mais críticos em qualquer companhia. Por isso, é importante buscar fazer o melhor uso da TI nas operações, a fim de garantir segurança, confiabilidade e qualidade. 

Nesse sentido, as normas de qualidade em TI são essenciais para orientar os profissionais quanto às melhores práticas disponíveis para extrair o máximo de proveito da tecnologia da melhor forma possível.

Quais são os benefícios da padronização de serviços?

Considerando que os serviços da sua empresa estejam dentro das normas TI, a padronização confere diversas vantagens significativas para a sua empresa, como:

  • Redução de custos dos serviços;
  • Facilitação da administração dos recursos da área de TI;
  • Aumento da velocidade para resolver problemas;
  • Diminuição das paralisações nos processos;
  • Redução de perdas ao executar os trabalhos;
  • Aumento da clareza durante os processos.

A organização estando alinhada com as melhores práticas do mercado e normas de TI, aumenta-se as chances do seu serviço se destacar pela qualidade entre os concorrentes. Isso porque você passa a entregar mais garantias para os clientes.

Desta forma, pode-se dizer que, além de benefícios dentro do seu negócio, também há uma constante melhoria dos serviços para os clientes, que podem ver isso como um grande diferencial da sua empresa.

Quais são as três principais normas de qualidade em TI?

Dentre as normas de TI, você pode considerar as principais e mais utilizadas no mercado, a fim de cumprir as regulações do setor. 

A seguir, as três principais normas de TI para que sua empresa não só passe a otimizar os processos internos, como também esteja alinhada às expectativas da TI. 

1. ISO/IEC 20000

A International Standard Organization (Organização Internacional de Normalização) — ou simplesmente ISO — estabelece padrões para o desenvolvimento de produtos e serviços que as empresas usam para melhorar sua eficiência e rentabilidade econômica.

A ISO/IEC 20000 foi uma das primeiras normas e padrões internacionais projetados para o setor de TI. Globalmente, ela compila processos focados no gerenciamento efetivo de serviços de TI para clientes internos e externos. Os padrões ISO/IEC 20000 são apresentados em dois documentos:

  • ISO 20000-1: aborda os requisitos obrigatórios para fornecer serviços de TI. Ele abrange a prestação de uma gestão de serviços eficaz e eficiente para clientes e empresas.
  • ISO 20000-2: detalha o conjunto de práticas para gerenciamento de serviços relacionados ao primeiro documento.

Dentre as principais proposições da ISO/IEC 20000, destacam-se:

  • Coordenação de funções dentro da empresa;
  • Definição e planejamento de serviços de acordo com as necessidades reais dos clientes;
  • Definição de um sistema de melhoria contínua tanto na qualidade dos serviços prestados quanto no planejamento de novos serviços, bem como na modificação dos existentes;
  • Aumento da competitividade, oferecendo os serviços requeridos pelo mercado, reduzindo os riscos e melhorando os custos;
  • Melhoria da participação de mercado, demonstrando a qualidade da sua gestão.

A importância do Certificado ISO/IEC 20000 reside na conexão entre a tecnologia da informação e o sucesso de uma empresa. A qualidade dos serviços de TI determina fortemente se uma organização é capaz ou não de atingir seus objetivos.

A ISO/IEC 20000 define o funcionamento da empresa e suas formas de comunicação. A implementação dessa norma se traduz em aumento de receita, redução de custos e, também, na melhoria da imagem da empresa.

2. COBIT

Trata-se de um conjunto de ferramentas destinadas a assegurar o controle e o monitoramento da governança de longo prazo dos Sistemas de Informação por meio de auditorias. 

COBIT corresponde à sigla para Control Objectives for Information and Related Technology (Controle de Objetivos para Informação e Tecnologia Relacionada, em tradução livre) e compila as melhores práticas levantadas por especialistas em TI de vários setores, como indústria e serviços.

De fato, as normas COBIT compilam, organizam e gerenciam todo o ciclo de vida da informação, desde a criação até sua disposição final, a fim de garantir o controle de qualidade.

O COBIT é estruturado em 34 processos devidamente agrupados em quatro domínios:

  • Alinhamento, Planejamento e Organização: centrado em fazer o melhor uso das tecnologias para que a empresa atinja seus objetivos;
  • Construção, Aquisição e Implementação: defina, adquira, ajuste e implemente as tecnologias necessárias para os processos de negócios;
  • Entrega, Serviço e Suporte: garante a eficácia e eficiência dos sistemas tecnológicos em ação;
  • Monitoramento, Avaliação e Análise: garante que a solução implementada corresponde aos objetivos do negócio.

A proposta do COBIT auxilia no alinhamento das estruturas existentes na organização e a entender como cada uma delas se ajusta à estratégia geral. 

Também pode ajudar as empresas a monitorar o desempenho de cada estrutura, especialmente em termos de segurança.

3. ITIL

O ITIL (Information Technology Infrastructure Library ou, em português, Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação) é uma coleção de práticas recomendadas para o gerenciamento eficaz de sistemas de informação.

Inicialmente, foi projetado para melhorar os serviços de TI para o setor público. No entanto, foi tão eficiente que o setor privado começou a implementá-lo em todo o mundo.

Os interessados ​​em obter a certificação devem saber que existem vários níveis de certificação:

  • ITIL Fundamentals: é o nível mais básico e permite adquirir o conhecimento necessário sobre a terminologia, estrutura e conceitos básicos usados ​​pelo framework ITIL de melhores práticas. É uma certificação obrigatória para ser elegível para as demais;
  • ITIL Practitioner: é focado em melhoria contínua de serviço. Este nível de certificação permite que os candidatos adquiram as competências e habilidades necessárias para aplicar os conceitos de ITIL em sua organização e realizar iniciativas bem-sucedidas em favor das melhorias necessárias;
  • ITIL Expert: nível destinado a todas as pessoas que obtiveram a certificação ITIL Fundamentals e que estão interessadas em obter um nível mais alto de conhecimento em ITIL como um todo;
  • ITIL Master: corresponde ao mais alto nível na carreira de Service Management da ITIL. Esta certificação é obtida com base em méritos profissionais e é destinada a profissionais especializados que demonstram experiência comprovada na vida real em gerenciamento de serviços de TI.

Como facilitar o cumprimento das normas de TI?

Atualmente, existem soluções para tornar a rotina das empresas mais fácil e também garantir o cumprimento das normas de TI. É essencial que o seu negócio esteja seguro e à prova de imprevistos de armazenamento, exclusões e ameaças virtuais. 

Com o Cloud Backup, da Algar Telecom, sua empresa pode ter backup como serviço, com pagamento por uso, painel de gerenciamento online, escalável e atendimento próximo. 

Desenvolvido para oferecer segurança aos arquivos em caso de imprevistos que causam estragos aos dados ou prejuízos à operação. 

 Assim, o Cloud Backup oferece ótimas vantagens às organizações, como:

  • Otimização de custo: sua empresa investe de acordo com a necessidade;
  • Mais performance: informações podem ser recuperadas a qualquer momento;
  • Criptografia: dados transferidos para a nuvem de forma segura;
  • Capacidade ilimitada: contratação apenas de recursos necessários para o seu negócio;
  • Autonomia na gestão: observar histórico de ações e recuperar informações por meio da internet.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre as principais normas de TI, conheça alguns impactos financeiros da gestão inadequada nesse setor. 

Saiba mais sobre nossa solução Cloud Backup, entenda como aplicar na sua empresa e facilitar a rotina, otimizando e garantindo a proteção das informações. 

Deixe seu comentário