Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Os CEOs de maior performance em 2017

Cristina Cruz | 27 de dezembro de 2017

 

Certamente a função de um CEO é a mais difícil dentro de uma organização. Ele ocupa o cargo de maior responsabilidade, sendo a pessoa que toma as decisões mais importantes da companhia. O CEO também é quem absorve as maiores pressões no mundo corporativo, tendo que lidar com o bônus ou com o ônus de suas escolhas.

Existem variados motivos para que os chefes executivos de uma grande organização tomem decisões mirando resultados no curto prazo: baixo crescimento, pressão dos acionistas, instabilidade na bolsa de valores, dentre outros. No entanto, muitos deles preferem atuar com uma estratégia no longo prazo, que garante a possibilidade de um trabalho mais sólido, resultados mais consistentes e estabilidade ao longo dos anos.

Considerando esse caminho mais duradouro, a Harvard Business Review (HBR) divulgou recentemente a sua lista anual com o ranqueamento dos 100 CEOs de maior performance do mundo em 2017. Ao contrário de outras listagens, a classificação da HBR não se baseia em avaliações subjetivas ou em métricas de curto prazo, de modo objetivo, o ranking buscou ordenar a performance dos 100 CEOs citados, de acordo com todos os períodos de atuação no cargo de chefe executivo de suas organizações.

Para a elaboração do ranking, a revista considera aspectos além das métricas financeiras, como governança corporativa e responsabilidade social e ambiental. Antes de chegar no ranking de 100 nomes, foram avaliados 898 CEOs, de 887 companhias (algumas delas têm copresidentes, que também foram considerados no estudo). A seguir, apresentamos o top 5 da revista (clique aqui para conhecer toda a lista).

1 – PABLO ISLA, INDITEX

Segundo a Harvard Business Review, o principal CEO do ano é Pablo Isla, da Inditex. Essa é a primeira vez que Isla ocupa o topo da lista, tendo figurado na terceira posição em 2016. Ele é o líder das cadeias de varejo de moda, comandando grandes lojas, como Zara, Pull & Bear, Massimo Dutti, Bershka, Stradivarius, Oysho e Uterqüe.

Desde que se tornou CEO, em 2005, Isla liderou a Inditex em uma forte expansão global, na qual a companhia abriu, em média, uma loja por dia. Esse grande crescimento aumentou seu valor de mercado em sete vezes e tornou a empresa a mais valiosa da Espanha. Colegas descrevem o estilo de gestão da Isla como humilde e, às vezes, quase tímido.

Entre as redes varejistas de vestuário, a Inditex se destaca por dois motivos: o sucesso em ajudar os consumidores a transitar facilmente entre lojas físicas e compras on-line, e seu sistema de suprimentos imediatos, que garante uma cadeia de abastecimento com alta capacidade de resposta, isto é, a Inditex consegue criar, produzir e entregar uma peça em qualquer uma de suas lojas no mundo, em apenas 15 dias, enquanto a concorrência gasta o dobro disso somente para o processo criativo. Esse sistema permite que as lojas mantenham estoques baixos e apostem em tendências que podem ser renovadas constantemente.

2 – MARTIN SORRELL, WPP

Martin Sorrell é o CEO do Grupo WPP, empresa multinacional de publicidade e relações públicas. A WPP é a maior companhia de publicidade do mundo em receita, e emprega cerca de 162.000 pessoas, em 3.000 escritórios distribuídos em 110 países do globo. A multinacional britânica é proprietária de diversas empresas de publicidade, relações públicas e redes de pesquisa de mercado, como Grey, Burson-Marsteller, Hill & Knowlton, JWT, Ogilvy Group, TNS, Young & Rubicam e Cohn & Wolfe. A WPP dobrou sua capitalização de mercado para 20 bilhões de libras (US$ 29 bilhões) nos últimos seis anos, com as receitas crescendo em 31% e o número de funcionários em 23% no mesmo período.

3 – JENSEN HUANG, NVIDIA

Huang é CEO e o fundador da Nvidia desde 1993. A multinacional de tecnologia, mais conhecida por fabricar placas de vídeo GeForce, anunciou em um de seus relatórios trimestrais, encerrado em janeiro deste ano, um crescimento 55% em sua receita em relação a 2016. No referido período, a organização faturou US$ 2,17 bilhões, 8% a mais do que no trimestre anterior a este. O constante crescimento da organização está ligado às novas áreas em que a empresa está atuando, além das placas de vídeo. Em 2016, a Nvidia aumentou expressivamente os seus investimentos em carros autônomos, inteligência artificial e hardware para servidores em nuvem.

4 – JACQUES ASCHENBROICH, VALEO

Ocupa a quarta posição o CEO da Valeo. Aschenbroich tem em seu currículo a experiência de diversos cargos públicos no governo francês, no final dos anos 1980. Também já atuou no Grupo Saint-Gobain, de 1988 a 2008, e é o chefe executivo da Valeo desde 2009. Na multinacional de sistemas automotivos, o CEO francês foi o responsável por uma reestruturação estratégica em torno dos 4 principais grupos da companhia: Comfort & Driving Assistance Systems, Powertrain Systems, Thermal Systems e Visibility Systems. Hoje, a empresa conta com cerca de 63 mil funcionários, em unidades distribuídas por mais de 120 fábricas, 21 centros de pesquisas, 40 centros de desenvolvimento e 10 centros de distribuição em 27 países.

5 – BERNARD ARNAULT, LVMH

Fechando o top 5, também figura outro CEO francês, Bernard Arnault. O chefe executivo da LVMH, considerada a maior empresa de artigos de luxo do mundo, foi o responsável pela criação do primeiro grupo mundial desse setor. A holding francesa formada pelas fusões dos grupos Louis Vuitton S.A., Moët et Chandon e Hennessy atua em diferentes segmentos, como moda, relógios, bebidas, perfumes e cosméticos e etc. Entre as suas principais marcas estão Louis Vuitton, Christian Dior, Givenchy, DKNY, Fendi, Kenzo, TAG Heuer e Chandon. Há mais de 30 anos no mercado, o Grupo LVMH bateu um importante recorde em 2016, com lucro líquido que beirou os 4 bilhões de euros e vendas de 37,6 bilhões de euros, um avanço de 5% em relação ao ano anterior.

Você costuma acompanhar os CEOs de maior performance do mundo? Busca se inspirar em algum deles? Compartilhe a sua visão sobre esses grandes líderes do meio corporativo na seção de comentários.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: