Artigos Algar Telecom | 6 de junho de 2017

Algar Telecom participa da 5ª edição do Smart City Business America Congress & Expo

Tempo de leitura: 5 minutos

Aconteceu entre os dias 22 e 24 de maio, em Curitiba, a 5ª edição do Smart City Business America Congress & Expo. Promovido pelo Instituto Smart City Business America, o evento, que é considerado o maior sobre smart cities da América Latina, reuniu líderes dos setores público e privado com o intuito de ser uma efetiva plataforma para a geração de negócios e contribuir com o desenvolvimento do ecossistema das cidades inteligentes.

Durante o encontro, mais de três mil pessoas criativas e interessadas em promover a inovação estiveram reunidas para debater e apresentar soluções desenvolvidas para a transformação das cidades. Alinhada com as propostas desse ecossistema inovador, a Algar Telecom esteve presente no evento e foi representada por seus associados Franciele Pasinato, analista de marketing, e Rodolfo Ribeiro, gestor da inovação no Innovation Management Officer (IMO).

Leia também: INOVAÇÃO ABERTA: O MODELO DE DESENVOLVIMENTO QUE PRIORIZA A EFICÁCIA DE PROCESSOS E RECURSOS

Entre os temas relacionados ao contexto de cidades inteligentes que foram discutidos e apresentados nos painéis do Smart City Business America Congress & Expo 2017 estão:

  • Cidades colaborativas e sustentáveis: cidades conectadas e comunidades inteligentes; compartilhamento de soluções inteligentes; gestão de água, saneamento e resíduos urbanos.
  • Mobilidade urbana: carro compartilhado; carro autônomo; gestão de mobilidade inteligente; infraestrutura de mobilidade urbana; mobilidade elétrica; mobilidade urbana; self-driving e GPS (geoinformação); transporte multimodal urbano.
  • Planejamento urbano e construção: arquitetura inteligente; construção sustentável; plano de gestão urbana; revitalização e remodelação urbana; BIM.
  • Sociedades inteligentes: ecossistemas urbanos; laboratórios urbanos; participação cidadã; tecnologias para o desenvolvimento social; Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), sustentabilidade e desenvolvimento econômico.
  • Resiliência e segurança urbana: centro de comandos e controle integrados; gestão de risco; monitoramento de infraestruturas críticas; sistemas de segurança inteligente; tecnologias para cidades inteligentes; tecnologias para o desenvolvimento social; TIC, sustentabilidade e desenvolvimento econômico.
  • Tecnologias e inovação: fibra ótica; Big Data; Internet das Coisas (IOT); open data; soluções urbanas de monitoramento; TIC.
  • Saúde e educação: e-learning; e-saúde; entretenimento educativo; gestão estratégica de saúde pública; políticas públicas para uso de TIC.
  • Governança e economia: colaboração e PPP; condomínio de cidades; custo e financiamento da transformação urbana; desenvolvimento econômico nas cidades; e-governo; empreendedorismo e economia criativa; startups; Marco Regulatório para Smart Cities.
  • Energia: armazenamento e eficiência energética; fontes alternativas de energia; iluminação pública; modelos de negócios energéticos; Smart Grid.

De acordo com Rodolfo, sob a perspectiva da inovação, muitas pessoas que conhecem as iniciativas de cidades inteligentes da Algar Telecom revelaram ter interesse em participar desse projeto ao lado da empresa. Além disso, a Algar Telecom também esteve representada em reuniões com entes públicos de órgãos, como o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a fim de contribuir com a construção de políticas públicas que favoreçam e torne flexível a aplicação de iniciativas de startups com foco nas cidades com menos de 20 mil habitantes, o que corresponde a 70% do total de municípios brasileiros.

Além disso, o gestor do IMO acrescentou como resultado positivo da participação no evento a oportunidade de implantar projetos pilotos de inovação em Uberlândia. “Tivemos bons feedbacks sobre a mediação no painel de startups e conseguimos aproximação com empresas jovens, inovadoras e com alto potencial de crescimento, que sagraram-se campeãs do desafio de startups para aplicação de um piloto no bairro Granja Marileusa”, disse Rodolfo Ribeiro. Ainda de acordo com o associado, é esperado que esse projeto piloto com as startups vencedoras do desafio promovido Smart City Business America Congress & Expo 2017 evolua ao longo do mês de junho.

Confira mais informações sobre como foi o evento nos canais oficiais (blog e facebook) do Instituto Smart City Business America.

empresas

Deixe seu comentário