Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

4 maiores desafios burocráticos das MPEs e como superá-los

Algar Telecom | 30 de setembro de 2016

Muitas vezes, a maior dificuldade em gerir uma MPE está nos desafios burocráticos que o empreendedor enfrenta tanto ao abrir a empresa quanto no dia a dia de trabalho. O ambiente empresarial brasileiro possui forte influência governamental, o que acaba resultando em excesso de legislação, alta carga tributária, dificuldade de acesso a linhas de crédito, entre outros. Pensando nisso, trazemos uma lista com 4 desafios que micro e pequenos empreendedores enfrentam e dicas para que possam superá-los. Confira:

1. Alta carga tributária

A alta carga tributária brasileira pode ser vista como um problema para os empreendedores. Ela gera uma série de procedimentos e burocracias, levando grande parte do faturamento. Mas será que é possível, dentro do âmbito legal, pagar menos impostos?

A resposta é sim. Através da elisão fiscal, que pode ser definida como uma forma legal de se pagar menos impostos e ela acontece com a utilização de estudos, conhecimento profundo da legislação tributária e simulações, que ajudarão a sua empresa a encontrar o melhor regime tributário, composição societária, entre outros detalhes, que podem reduzir de forma significativa a carga tributária.

2. Excesso de legislação

Apesar das crescentes reformas e a criação de leis exclusivas para micro e pequenas empresas, elas ainda enfrentam um grande obstáculo: o alto número de legislação no país. A cada dia são alteradas ou criadas novas leis, obrigações tributárias, entre outros, o que acaba deixando muitos micro e pequenos empreendedores sem saber o que fazer.

A dica é utilizar os serviços de um contador, pois o apoio de profissionais da área, sempre atualizados, poderá fazer uma grande diferença para a sua empresa. O contador pode ajudar desde o início com a constituição do seu negócio, auxiliando junto aos órgãos necessários, elaborando o Contrato Social de forma adequada e, posteriormente, fazendo o acompanhamento contínuo de seu negócio e das leis e normas vigentes.

3. Dificuldade em ter acesso ao crédito

O acesso ao crédito no Brasil se faz, basicamente, por meio de empréstimos e financiamentos junto às instituições financeiras. O maior problema é que essas instituições nem sempre possuem linhas adequadas e acabam tendo muita burocracia para os micros e pequenos empresários, o que, pela dificuldade de obtenção, pode gerar uma grande frustração.

Para evitar isso e otimizar o processo é preciso procurar diferentes bancos e buscar variadas soluções adequadas ao seu negócio. Existem também empresas de consultoria que prestam serviço nesse segmento, auxiliando com a documentação e os passos necessários para conseguir a obtenção de crédito para o seu negócio.

4. Falta de preparo na gestão

É muito comum o empreendedor pensar que sabe, de forma intuitiva, gerir o seu negócio. Porém, é necessário muito mais que isso. Muitas empresas acabam falindo por falta de caixa ou ainda pela ausência de organização financeira. O empreendedor deve buscar conhecimento técnico e atualização na área de gestão, uso de softwares, plataformas e aplicativos que otimizem o tempo e ofereçam informações para o processo de tomada de decisão.O empreendedor deverá estar ciente também que entre seus desafios estão a concorrência acirrada, a rotatividade de empregados, entre outros.

O micro ou pequeno empreendedor, muitas vezes, desconhece todos os desafios que irá enfrentar e, ao se deparar com eles, tem e que possa prejudicar o seu negócio, mas com planejamento, organização, utilização de softwares e profissionais qualificados, ele poderá enfrentar da melhor forma todos os desafios e manter seu negócio competitivo e forte. E você, está pronto para enfrentar esses desafios?

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: