Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Pequenas empresas e cloud computing: por que os números dessa parceria só crescem

Segundo o estudo “The State of Cloud Acceptance by SMBs”, realizado pela Paessler, está crescendo a adoção da nuvem por parte de pequenas e médias empresas. A tendência é que aplicações de negócios tornem-se mais complexas que as habituais, ao migrarem para a nuvem nos próximos meses.

A pesquisa entrevistou 2 mil empreendedores, sendo 63,5% deles de empresas com menos de 500 funcionários. Os resultados mostraram que a migração para a nuvem pelas pequenas e médias empresas está em andamento e que crescerá inevitavelmente. A adoção do BYOD (bring-your-own-device, ou, em português, traga seu próprio dispositivo), que já é uma prática mais comum, e o crescimento de cloud computing devem mudar para sempre a maneira como as pequenas empresas lidam com TI.

Migração ainda conservadora

As MPEs mostram-se mais abertas a alternativas de nuvem. A maioria confia na modalidade e planeja expandir os serviços de TI na nuvem nos próximos anos. No geral, os entrevistados mostraram uma opinião pessoal positiva sobre a nuvem, com 80,1% respondendo afirmativamente sobre a adoção de uma estratégia de cloud. Mas a migração para a nuvem ainda é conservadora. Os resultados mostraram que as funções mais populares são a hospedagem na Web, blog e gerenciamento de conteúdo (39,2%), e-mail (32%) e compartilhamento de arquivos (32,2%).

Soluções específicas

Os entrevistados também citaram o interesse em soluções específicas para seus negócios, planejando a implantação em 2018 de um conjunto completamente diferente de recursos em nuvem, envolvendo monitoramento de rede (34,6%), backup (33,9%), vendas, CRM e sistemas de emissão de bilhetes (35,4%).

Obstáculos

Os empreendedores que ainda têm receio de adotar a nuvem afirmam que os principais fatores que os impedem de utilizá-la de forma mais ampla são a segurança dos dados, com 44,7% dos que dizem que é um grande obstáculo, a falta de conhecimento em nuvem (32,9%), o custo (27,5%) e a falta de mão de obra (24,2%).

Outro fator que pode significar receio para as pequenas empresas é o pagamento em dólares. A maioria dos grandes provedores de armazenamento na nuvem cobram em dólares, o que provoca incertezas financeiras para os pequenos empreendedores.

Ainda assim, cresce a adoção da nuvem no modelo híbrido pelas MPEs, mesmo que timidamente. Dessa forma, novos desafios surgem para o setor de TI. À medida que os pequenos empreendedores começarem a buscar implantações de cloud mais avançadas, incluindo sistemas de CRM, VMs e outros, serão necessárias mudanças na forma de gerenciar e manter sua infraestrutura. Na pesquisa, muitos entrevistados observaram a necessidade de mais treinamento e certificações entre os profissionais de TI.

Ter uma visão mais ampla da infraestrutura também será papel da TI com essas mudanças no cenário. As pequenas e médias empresas terão novos desafios no que diz respeito a monitoração, alerta e gestão da infraestrutura. Conjuntos de ferramentas também serão necessários para contribuir com a gestão dos administradores de TI. Todas essas mudanças levarão os empreendedores a buscarem recursos de cibersegurança e defesa contra ataques cibernéticos cada dia mais avançados.

Para Dirk Paessler, fundador e CEO da Paessler, a nuvem se tornará uma parte importante de como os colaboradores experimentam a TI, enquanto que o administrador do sistema ainda estará gerenciando redes locais, switches e data rooms. “Bem-vindo ao futuro híbrido”, completa.

Gostou do nosso conteúdo? Conheça a solução Elastic Cloud e migre seus dados para a nuvem.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: