Consultor Especializado mais perto da sua empresa> Sou de Média e Grande Empresa Sou de Micro e Pequena Empresa

Para melhorar sua experiência, selecione um perfil de conteúdo:

03/jul
Cristina Cruz
Fintechs x  instituições bancárias: qual a sua relação?

A palavra ‘fintech’ tem origem na união de duas palavras em inglês: financial (finanças) e technology (tecnologia). Portanto, as fintechs se tratam de empresas que oferecem serviços financeiros diferenciados pela internet e, claro, com base no uso de tecnologias ligadas à transformação digital.

Quando falamos sobre serviços financeiros, cada vez menos precisamos nos deslocar, já que quase tudo pode ser feito pela internet ou por meio do uso de aplicativos para smartphone. Mas, as fintechs é que são as empresas financeiras que estão, de fato, revolucionando o setor financeiro e a maneira como lidamos com o dinheiro.

Como as fintechs funcionam?

Diante de uma realidade em que o uso de smartphones é massivo, com pessoas conectadas à internet praticamente o tempo todo, o grande potencial das fintechs está relacionado ao fato de essas empresas disporem de serviços adaptados a nova rotina dos clientes. Portanto, elas visam principalmente o público mais familiarizado com tecnologias e serviços digitais.

A tecnologia utilizada pelas fintechs tem como objetivo principal trazer mais conveniência para os usuários de serviços financeiros. Ao disponibilizar diversas ferramentas online e que podem ser diretamente usadas no smartphone, essas empresas apresentam novas metodologias e processos que trazem mais praticidade para o cliente e maior controle sobre as operações financeiras.

Fintechs e bancos tradicionais: qual a diferença?

Embora vários serviços oferecidos pelas fintechs sejam os mesmos dos bancos tradicionais, como meios de pagamentos, seguros e cartão de crédito, por exemplo, o grande diferencial delas é que eles são startups tecnológicas. Isso quer dizer que se tratam de empresas inovadoras, que identificaram uma oportunidade de criar um novo serviço ou produto para atender uma demanda específica.

Por isso, no caso dos bancos, elas aparecem, principalmente, para melhorar os serviços que já vêm sendo oferecidos no mercado. Por meio da exploração de novas tecnologias, as fintechs criam novos modos de suprir demandas, sempre valorizando a experiência do cliente. Afinal de contas, o propósito em utilizar recursos tecnológicos inovadores é facilitar a vida do usuário e reduzir a burocracia.

Portanto, elas oferecem recursos que os bancos ainda não possuíam ou que disponibilizavam aos clientes de um jeito conservador e burocrático. Ainda que as instituições bancárias tradicionais já disponham de atendimento eletrônico, boa parte de seus processos são burocráticos, lentos ou exigem que o cliente compareça a uma agência para resolver o que precisa.

Qual a relação entre esses diferentes modelos de negócio?

Até o surgimento das fintechs, pode-se dizer que os bancos estavam bastante acomodados. Por dominarem o mercado de serviços financeiros, eles não precisavam se preocupar em atualizar seus negócios ou melhorar os serviços e produtos oferecidos aos clientes.

No entanto, essas instituições estão cada vez mais sendo forçadas a se reinventarem para absorver o impacto causado pelas fintechs no setor financeiro.

Os sistemas baseados em nuvem ou de código aberto são fundamentais para o modo de funcionamento e para o propósito das fintechs. Isso porque é possível criar processos mais rápidos, de menor custo e que estão mais alinhados com o tipo de experiência que os clientes desejam. Além disso, a nuvem permite que os sistemas possam acompanhar o crescimento acelerado das startups, que provavelmente nem existiriam sem ela.

Com o aumento da demanda por serviços inovadores, tecnológicos e menos burocráticos, os bancos estão sendo forçados a atualizar sua infraestrutura. Agora, parece que a necessidade da transformação digital passou a ser, finalmente, reconhecida. E, isso é ótimo para o todo o setor, já que as instituições são obrigadas a usar a tecnologia para agilizar seus processos e melhorar os seus serviços.

Esse conteúdo foi enriquecedor para você? Se você se interessa pelo assunto, visite o nosso blog e saiba mais sobre como os bancos cuidam da sua informação

Receba informações e dicas exclusivas em TI e Telecom, assine nossa Newsletter:

Deixe seu comentário