Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Como a adesão às práticas sustentáveis influencia no lucro das MPEs

Redator MPE | 9 de agosto de 2016

Não se pode negar que houve uma mudança no perfil do consumidor nas últimas décadas, o público tem exigido cada vez mais produtos ecologicamente corretos. E essa mudança de perfil deve ser acompanhada de perto pelos administradores que pretendem continuar no mercado e visam também a expansão do seu negócio. Ou seja, os princípios da sustentabilidade não devem ser vistos como uma ameaça externa pelos administradores, mas como uma oportunidade de novos negócios.

Estudos realizados no mundo todo afirmam que as despesas de uma empresa com iniciativas sustentáveis podem se tornar uma vantagem competitiva. Isso pode acontecer de várias formas, entre elas: redução de impacto ambiental, que leva à adequação às leis vigentes e, consequentemente, diminuição na incidência de multas; redução de desperdício (energia, água, recursos), que leva à outra gama de oportunidades que, se bem desenvolvidas, podem gerar lucro e programas de bem-estar para os funcionários, que aumentam a produtividade e retenção de pessoal. Soma-se a isso uma imagem pública diferenciada, que abre portas para outras inúmeras oportunidades de crescimento.

Hoje, se a sua empresa não se preocupa com o impacto que ela causa, com o desperdício de papel, material, energia, ou com a segurança e o bem-estar de seus colaboradores e fornecedores, ela está certamente muito distante das inovações que estão acontecendo ao redor do mundo. O que pode significar que ela está caminhando para seu fim, embora no começo isso possa ser imperceptível.

As pessoas hoje, em sua grande maioria, não se sentem inclinadas a trabalhar em um local onde sabem que são negligenciadas, ou, que negligencia o ambiente onde vivem. Isso tem impacto direto no desempenho da empresa, na produtividade e, consequentemente, no lucro. Porque, com baixa produtividade e pagando multas e indenizações por impactos ambientais, não é possível sobreviver em um mundo onde as regras estão mudando.

Portanto, se o seu negócio ou o local onde você trabalha não é adepto aos programas de gestão ambiental e nem tem uma política de sustentabilidade, algo precisa ser feito para suprir essa deficiência, pois, em breve, quem não acompanhar o movimento pela sustentabilidade, estará obsoleto. As MPEs têm um papel fundamental na disseminação de práticas de sustentabilidade, já que são essenciais para a economia do país. Portanto, a sustentabilidade não deve ser vista como um empecilho para seu crescimento, mas pode ser o motor, se analisada com inteligência.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: