Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Os segredos da liderança nível 5

Algar Telecom | 15 de maio de 2017

Mais do que simplesmente chefiar, liderar consiste em ter um conjunto de habilidades, que se complementam e resultam em um indivíduo capaz de trabalhar em harmonia com a equipe ao mesmo tempo em que alcança os objetivos da organização. Ser um líder vai além da posição ou cargo superior aos demais funcionários de uma companhia, o líder se preocupa em deixar um legado, que se perpetua além da sua passagem por determinada empresa.

Atualmente, dentro das organizações já existe a consciência do quão importante é uma boa gestão, que influencia desde a motivação e a produtividade das equipes até o lucro. Por isso, hoje em dia, são muitos os gestores que realmente investem em cursos e estratégias para preparar e aperfeiçoar suas habilidades, a fim de que sejam capazes de conduzir seus times com mais eficiência e segurança.

Desenvolver uma liderança forte é fundamental para as organizações. Conseguir lidar com as ameaças e as oportunidades atuais, além de manter uma equipe unida e bem estruturada é essencial para conseguir demonstrar foco e superar momentos de crise.

Conheça, a seguir, o conceito criado por Jim Collins, autor norte-americano, que definiu os 5 níveis de liderança, e considera o último o mais sofisticado.

O conceito de ‘Liderança Nível 5’ elaborado por Jim Collins

O autor norte-americano Jim Collins, em seu clássico Good to Great, publicado em português como Empresas feitas para Vencer, e considerado um dos melhores livros de negócios de todos os tempos, estabeleceu diferentes níveis de liderança. Para ele, o líder nível 5 está no topo da classificação dos tipos de líderes.

O conceito surgiu ao analisar a liderança das “empresas feitas para vencer”, que dão nome ao livro. Essas companhias foram estudadas profundamente pela equipe de Collins e são aquelas que cresceram o triplo da média de seus concorrentes por pelo menos 15 anos, ou seja, são empresas que se mantiveram como as melhores de seus segmentos, como Gillette, Kimberly-Clark, Wells Fargo e Abbot Laboratories.

É essencial lembrar, contudo, que existem pessoas por trás desses sucessos. E foi estudando esses líderes que Collins encontrou muito mais características em comum do que imaginava, originando o conceito de liderança nível 5.

Os níveis da liderança e seus significados:

Nível 1 – Capacidades individuais: Indivíduo altamente capacitado, que faz contribuições produtivas por meio do talento, do conhecimento, das técnicas e dos bons hábitos de trabalho.

Nível 2 – Trabalho em equipe: Contribui com suas capacidades individuais, para que sejam atingidos os objetivos do grupo e trabalha de forma eficaz com outras pessoas, numa atmosfera de equipe.

Nível 3 – Habilidades administrativas: Gerente competente, organiza pessoas e recursos na direção da busca efetiva e eficiente dos objetivos.

Nível 4 – Capacidade de liderança: Líder eficaz, estimula o comprometimento com uma visão clara e forte.

Nível 5 – Todas essas capacidades somadas à humildade: O executivo de nível 5 constrói um legado, por meio de uma mistura paradoxal de humildade pessoal e força de vontade com base no profissionalismo. Os líderes de nível 5 são incrivelmente ambiciosos, mas sua ambição é voltada fundamentalmente para a instituição, não para si mesmos. Além disso, possuem uma característica única: a modéstia.

Para se ter uma ideia, esses líderes chegam a passar despercebidos. Em uma pesquisa de Collins com grandes empresas, o autor constatou que 99% desses líderes são desconhecidos do grande público. Eles não costumam estar muito preocupados com suas biografias, ao invés disso, deixam sempre a ambição pessoal de lado em nome do projeto que lideram.

O maior objetivo desses líderes é criar projetos excelentes e que se mantenham com ou sem sua presença ali. Os holofotes são deixados de lado ao aliarem humildade a uma enorme determinação. A preocupação maior fica em deixar um legado na empresa para que ela não seja dependente da sua figura, que, afinal de contas, jamais poderia ser eterna.

Com isso, o habitual é que esses líderes tenham em si um enorme senso de time. Quando alcança ou supera o resultado esperado, o líder nível 5 faz questão de valorizar sua equipe e atribuir a ela esse mérito. Quando o contrário acontece e algo dá errado, chama para si toda a responsabilidade.

A liderança nível 5 na prática

Todas as empresas que foram estudadas no livro Empresas Feitas para Vencer, tinham líderes do nível 5. Todos eles eram humildes, extremamente focados e determinados. Suas ambições não eram individualistas, mas voltadas para os objetivos da empresa.

Ao invés de lidar com seus funcionários como subalternos, esses eram tratados como sucessores, aqueles que dariam continuidade a um trabalho excelente. Além disso, os líderes tinham uma necessidade de produzir resultados e não mediam esforços para atingir objetivos. Quando tudo ia bem e as metas eram alcançadas, o mérito era dado à equipe.

De acordo com Jim Collins, existem duas categorias de pessoas: aquelas que não têm o talento para ser um líder nível 5 e aquelas que têm. Na primeira categoria enquadram-se as pessoas que não são capazes de abrir mão das próprias necessidades a fim de criar algo maior e mais duradouro do que elas mesmas. Para essas pessoas, trabalho será sempre sobre o que elas ganham (fama, fortuna e poder) e não sobre o que constroem, criam e contribuem.

As pessoas da categoria 2 têm potencial para se tornarem líderes excelentes, desde que se dediquem, estudem, aprendam, se desenvolvam, criem e sejam determinadas. Essas devem buscar melhores resultados, crescimento e liderar visando o sucesso da organização. Devem criar e deixar como legado uma cultura, um sistema e sucessores capazes.

E você, consegue identificar em que nível da liderança está? Pare para refletir sobre isso e, caso ainda não esteja no nível 5, pense em quais ações são necessárias para melhorar seu trabalho e se tornar um líder inspirador!

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: