Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Os benefícios do desenvolvimento de competências profissionais múltiplas

Redator MPE | 25 de abril de 2017

O aumento da oferta de profissionais qualificados, a queda no número de oportunidades disponíveis no mercado de trabalho e a exigência pela manutenção da competitividade das empresas, principalmente em tempos de instabilidade econômica, têm feito com que as organizações se tornem adeptas da multifuncionalidade profissional. Mas, na prática, o que é e como funciona essa tendência?

A multifuncionalidade profissional é um movimento que faz com que o profissional, além de desenvolver da melhor forma as tarefas e funções relacionadas ao seu cargo, seja capaz de adquirir novos conhecimentos a fim de auxiliar a empresa oferecendo soluções às mais diversas situações que fazem parte da realidade corporativa. Essa tendência incentiva o colaborador a se tornar cada vez mais versátil, a desempenhar funções diferenciadas, além de permanecer constantemente atualizado quanto a tudo que possa ser de interesse da organização que ele representa.

Porém, é preciso estar muito atento quanto à diferença existente entre tornar-se um profissional multifuncional e um multitarefas. E a principal razão disso está ligada à produtividade e qualidade do trabalho desempenhado: realizar muitas funções ao mesmo tempo pode fazer com que a atenção e o foco, necessários para a realização das atividades, se percam pelo caminho, gerando consequências negativas tanto para o colaborador quanto para a empresa. Por isso, é preciso que o gestor tenha uma visão holística do negócio e crie mecanismos que permitam a integração de funções, quando isso for necessário.

Um trabalhador multifuncional é capaz de se tornar um excelente profissional com perfil generalista. Apesar de ser visto com maus olhos algum tempo atrás, pessoas com perfil generalista cada vez mais ganham espaço no mercado de trabalho. Entenda a seguir as principais razões que justificam esse fato e conheça as vantagens de ser generalista/multifuncional.

Especialista ou generalista: qual caminho seguir?

Independente das situações vividas no cotidiano ou das aspirações relacionadas à carreira, boa parte das pessoas que estão em busca de crescimento profissional já se depararam com uma dúvida que diz respeito à qualificação para a busca de novas e melhores oportunidades de trabalho. Afinal: é melhor ser um profissional especialista ou generalista?

De acordo com um estudo conduzido pela Columbia Business School e a Tulane University, os especialistas encontram menos ofertas de emprego quando comparados aos generalistas. O levantamento, realizado com 400 pessoas que se formaram nos melhores cursos de especialização (MBAs) dos Estados Unidos, mostrou que, além de terem enfrentado maiores dificuldades na busca por novas oportunidades de trabalho, os especialistas chegavam a receber até 36% menos do que os profissionais considerados generalistas.

E um dos principais motivos disso acontecer, de acordo com uma das coautoras do estudo, está na intensa propagação da ideia de que ser especialista é a chave para a conquista de melhores posições de trabalho. Além disso, a oferta excessiva de programas de especialização, que formam pessoas com competências muito parecidas, também contribui para que esse movimento continue forte na sociedade. Assim, a presença de um grande número de profissionais com perfis semelhantes faz com que as empresas passem a buscar por pessoas que tenham um repertório maior de habilidades e que consigam desempenhar mais de uma função dentro do negócio.

Uma pesquisa realizada pela IDC, considerada uma das maiores provedoras de inteligência de mercado do mundo, em parceria com a Microsoft, reforça essa tendência de multifuncionalidade. Conduzido nos Estados Unidos, o levantamento analisou mais de 76 milhões de vagas de emprego para selecionar as que teriam maiores salários e melhores condições de ascensão profissional nos próximos oito anos. E o resultado foi contundente: as oportunidades mais promissoras exigiam dos trabalhadores competências multifuncionais.

Mas é preciso atenção quando o assunto é o desenvolvimento de competências profissionais múltiplas, uma vez que essa habilidade não pode ser confundida com superficialidade em assuntos diversos. Quando se fala em multifuncionalidade, espera-se que o profissional tenha capacidade de selecionar e analisar múltiplas informações, além de apresentar uma boa comunicação oral e escrita. Esses fatores combinados formam colaboradores capazes de se aprofundar na resolução de um problema, investigando todas as hipóteses e buscando pessoas que possam auxiliar nesse processo. Ou seja, a profundidade e a capacidade de reflexão são indispensáveis, tornando o profissional superficial malvisto nesse cenário.

As vantagens do desenvolvimento de competências profissionais múltiplas

A capacidade de transformação, ou seja, de se colocar pronto diante das situações que exijam adaptações para a realização de funções múltiplas, figura entre os principais comportamentos que refletem a nova era dos profissionais desejados pelas empresas. Sendo assim, para a empresa é interessante contar com pessoas que tenham um perfil generalista e que saibam desempenhar múltiplas funções, pois é possível contar com equipes mais enxutas e focadas em determinados assuntos. Além disso, o somatório das habilidades individuais dos colaboradores de uma empresa pode tornar os seus resultados mais satisfatórios e cria um ambiente em que todos são motivados a se desenvolver, fazendo com que as competências sejam multiplicadas dentro da organização e o trabalho em conjunto seja potencializado.

Do ponto de vista do colaborador, desenvolver habilidades múltiplas irá proporcionar uma oportunidade de aprender sobre vários assuntos diferentes, além de fazer com ele que passe a enxergar as tarefas de sua rotina como um caminho capaz de oferecer soluções a diversas situações que são comuns à realidade de uma empresa.

E você, conta com profissionais de competências múltiplas na sua empresa? Incentiva esse tipo de prática nas equipes de trabalho? Compartilhe conosco sua opinião nos comentários.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: