Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify
Tempo de leitura: 4,5 minutos

Inovação em pequenas empresas: 4 dicas para começar

Cristina Cruz | 14 de fevereiro de 2019

Quando se pensa sobre inovação em pequenas empresas, muitos empreendedores associam a ideia unicamente à tecnologia. Embora seja uma atitude compreensível, seguir apenas esse direcionamento é limitar o verdadeiro potencial da inovação empresarial.

Engajar os colaboradores dentro de um conceito de gestão, que favoreça a implementação tecnológica ou entregar um serviço personalizado para os clientes, são ideias inovadoras e que podem ser desenvolvidas em empresas de diferentes portes.

Se você quer saber como transformar e impulsionar o seu negócio de maneira inteligente, continue lendo e confira 4 dicas de inovação em pequenas empresas. Boa leitura!

1. Considere diferentes ideias de inovação em pequenas empresas

Inovar significa considerar várias possibilidades. Não adianta ficar parado esperando um “momento mágico acontecer”, é preciso buscar e desenvolver diferentes ideias. Afinal, quanto maior o número de insights maior a probabilidade de acerto.

Todavia, é importante ter em mente que inovação não é sinônimo de invenção. Ainda que seja interessante avaliar uma quantidade de ideias, é vital trabalhar apenas com aquelas que foram desenvolvidas dentro de um contexto coerente e realista.

2. Não utilize a tecnologia de forma aleatória

Como dito anteriormente: um erro comum que acontece quando falamos sobre inovação em pequenas empresas é associar o método à tecnologia. Claro, ferramentas inteligentes e automatizadas fazem parte desse novo cenário, mas inovar é muito mais do que isso.

É possível encontrar grandes marcas que são conhecidas como inovadoras sem terem focado na tecnologia. Uma simples mudança de mindset (predisposição psicológica que uma pessoa ou grupo para determinados pensamentos e padrões de comportamento), trabalhando melhor a experiência do cliente e oferecendo um acompanhamento personalizado antes, durante e depois da compra, é considerada uma grande inovação.

Inovar é fazer diferente, sair do lugar comum e entregar um serviço diferenciado para o consumidor, se mostrando competitivo dentro do mercado de atuação. De fato, a parte tecnológica é cada vez mais necessária, mas sem uma gestão propícia ela se torna só um investimento isolado.

3. Não foque apenas no que já deu certo

Modelar uma ideia ou um conceito é desenvolver o seu trabalho a partir do que já deu certo. Não há nada errado em se inspirar em ótimos insights do passado. No entanto, seguir essa única cartilha foge da concepção de evolução.

A inovação, em qualquer empresa, não ocorre quando o gestor segue um roteiro já testado, mas sim quando desenvolve um novo. Por mais que seja interessante e até funcional considerar as grandes ideias apresentadas no mercado, em algum momento isso pode representar uma grande armadilha.

Nem sempre um plano executado no passado vai funcionar do mesmo jeito no futuro. Como explicado: é melhor trabalhar várias ideias que foram criadas considerando a realidade da sua empresa.

4. Fortaleça a cultura de inovação dentro da empresa

Por mais que gestores e proprietários trabalhem com ideias e tecnologias inovadoras, dificilmente, os resultados serão satisfatórios se não houver uma um engajamento coletivo.

Para isso, é importante que a instituição fortaleça a cultura de inovação internamente. Alguns passos são vitais para isso, por exemplo:

  • abrir a comunicação para todos que apresentem ideias;
  • implementar a cultura do feedback;
  • investir em treinamentos.

Além disso, a empresa deve prover um clima organizacional no qual a confiança e o respeito entre todos sejam constantes, criando um ambiente fértil para o crescimento da mudança e criatividade.

A verdadeira inovação em pequenas empresas só acontece com a adoção de um local de trabalho que valorize a troca de informações e o surgimento de ideias. Com as ferramentas tecnológicas certas e uma gestão direcionada, ótimas ideias podem surgir e transformar de vez os serviços da empresa, tornando a marca realmente competitiva no mercado.

Gostou das dicas de inovação em pequenas empresas? Que tal agora conhecer 7 motivos para aderir a tecnologia da nuvem no seu empreendimento?

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: