Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Como montar uma loja virtual de roupas

Redator MPE | 3 de fevereiro de 2017

Ter um comércio online, que vende artigos do vestuário ou acessórios de moda, tem grandes chances de ser bem-sucedido atualmente. Efetuar a compra no conforto do seu lar, ter facilidades na hora do pagamento e receber o produto na porta de casa são vantagens que favorecem e atraem cada vez mais consumidores.

Antes de começar o seu negócio, no entanto, é preciso definir qual será seu posicionamento de mercado, delimitando qual tipo de público você deseja atingir. Por exemplo: as vendas serão voltadas para artigos infantis ou adultos? Outro ponto importante é pensar no perfil do seu cliente e também no da sua concorrência. Para isso, faça uma boa pesquisa de mercado, buscando entender como seu público e seus concorrentes agem, quais são seus hábitos, entre outros.

Com os parâmetros iniciais já definidos, o próximo passo é o desenvolvimento do site. Primeiramente, tenha em mente que o simples é o mais eficaz para vendas online. Por isso, priorize uma navegação fácil, em que o cliente não tenha dificuldades para acessar os menus e, principalmente, em efetivar a compra.

A escolha da plataforma

Escolher bem a plataforma é importante, pois ela será a base da sua loja: tudo que você construir estará apoiado nela e, por isso, é essencial escolher uma de qualidade e que seja flexível, podendo ser alterada de acordo com suas necessidades e preferências. Além disso, as lojas virtuais costumam trocar de plataforma a cada três anos, portanto, tenha em mente que você deve escolher uma que supra suas necessidades agora, mas também seja capaz de te atender no longo prazo.

Existem três tipos de plataformas no mercado: gratuitas, de código-fonte aberto e pagas. As gratuitas são muito limitadas e não permitem que você customize sua página. As de código-fonte aberto também são gratuitas, mas demandam conhecimentos específicos da plataforma. Já as que são pagas costumam ter suporte de qualidade e oferecem a possibilidade de customizar a plataforma.

Organização: o layout, a navegação no site e o menu

Organizar a sua loja virtual é muito importante, é preciso que os elementos que irão compor seu e-commerce sigam um padrão. Portanto, a estrutura visual merece muita atenção. Itens como texto, imagens, vídeos e links devem estar bem posicionados, de forma harmoniosa, a fim de proporcionar uma experiência agradável ao usuário.

Além disso, lembre-se da facilidade que o cliente deve perceber ao acessar seu site. A navegação entre as ferramentas deve ser simples e fácil. Por isso, ao organizar o e-commerce, respeite o posicionamento dos elementos principais, tais como: login, carrinho de compra, central de atendimento, campo de buscas por produtos, entre outros.

O menu precisa ser apresentado em local específico, de maneira simples e intuitiva. Além disso, todos os produtos precisam estar catalogados por categorias e subcategorias.

As imagens e a descrição dos produtos

Para que seu produto seja encontrado facilmente nos buscadores, o título deve conter palavras-chave que definam suas características principais. Quanto mais precisa for a titulação, maiores as chances da roupa ser localizada nos buscadores.

A descrição da peça precisa estar detalhada e com tabela de medidas. Além disso, disponibilize o tipo de acabamento e seus detalhes, como estampas ou bordados, por exemplo.

As imagens devem ter a maior qualidade possível. Lembre-se que é através delas que o cliente vai conhecer o seu produto, por isso, as fotos devem ser de alta qualidade, coloridas e demonstrando a roupa em variadas posições. O zoom também é um item obrigatório aqui.

O atendimento ao cliente

É necessário que os atendentes conheçam muito bem os produtos, do contrário, não esclarecerão as dúvidas do cliente, além de passar a imagem de pouca credibilidade.

Compradores esperam uma Central de Atendimento completa (contato via e-mail, telefone e chat online), com cortesia e calma para resolver os problemas que acontecem no universo das vendas online.

As opções de pagamento

Oferecer diversas opções de pagamento, além de agradar o cliente, representa uma vantagem competitiva perante as demais lojas online. Se você oferece mais formas de pagamento do que o seu concorrente já está um passo na frente.

Além disso, ao estudar seu cliente, você deve ter percebido que cada tipo de público opta mais por determinados tipos de pagamento. Por exemplo, quando se trata de lojas que vendem produtos para um público mais jovem, é útil dispor boletos bancários, visto que boa parte desse público não tem cartão de crédito.

Lembre-se também de escolher ferramentas que tragam maior custo-benefício, pagando taxas menores para cada operação financeira. A nota fiscal também consiste em processo básico para qualquer loja online.

A questão da segurança

Os potenciais clientes da sua loja virtual preocupam-se com a segurança das informações de suas compras (como endereço, número de cartão de crédito, etc). Então você deve demonstrar que tem essa mesma preocupação, pois deixará o usuário mais confortável para comprar.

Além disso, caso você aceite transações diretamente na sua página, é obrigatório utilizar ferramentas de proteção de dados na sua loja. Manter as informações dos clientes em segurança deve ser prioridade para o dono do e-commerce, portanto procure usar ferramentas que garantam isso.

Com os tópicos acima devidamente encaminhados, a sua loja online de roupas já está pronta para iniciar as atividades. Boas vendas!

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: