Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify
Tempo de leitura: 4 min

Atualização de software: quais os riscos em não realizar em sua empresa?

Cristina Cruz | 31 de janeiro de 2019

A atualização de software deveria ser uma prática frequente dentro das empresas. Porém, a realidade é bem diferente. Por medo de ter impactos na operação, não se adaptar aos novos modelos, entre outros motivos, muitas empresas acabam deixando a atualização de seus sistemas de lado.

O que muitas corporações não consideram é o fato de que a falta de atualização é altamente prejudicial para o negócio. Diversos riscos estão atrelados a um software desatualizado. Um deles está relacionado com as informações da empresa, que ficam mais vulneráveis. Por esse motivo, neste artigo, apresentaremos os perigos de ignorar a prática. Confira!

5 riscos causados pela falta de atualização de software

Relatório de Ameaças da iBLISS, realizado em 2016, revelou que 92% das vulnerabilidades críticas de infraestrutura que impactaram as empresas nos 12 meses anteriores foram causadas pela falta de atualização de software. Mais de 70 empresas de diversos segmentos participaram da pesquisa.

As vulnerabilidades críticas podem comprometer toda uma infraestrutura de TI, além de causar danos financeiros e prejudicar a reputação do negócio. Por isso, a atualização de software se faz tão necessária. Veja abaixo as consequências da falta de atualização de software:

1. Facilita o acesso de cibercriminosos

Os softwares desatualizados facilitam a invasão de cibercriminosos. A falta de atualizações de segurança torna os sistemas vulneráveis, pois elas são criadas justamente para eliminar qualquer brecha em versões anteriores dos sistemas.

O Wanna Cry, por exemplo, é uma ameaça que aproveita a falta de atualizações em sistemas operacionais Windows para invadir computadores. De acordo com a Avast, em março de 2018, foram registradas 54 milhões de tentativas de ataque do ransomware, bloqueadas pelo antivírus.

2. Causa perda de dados

Diversos fatores podem causar a perda de dados, e o backup é a solução para evitá-la. Porém, o próprio software pode apresentar falha, caso não seja atualizado. A atualização de software faz melhorias no sistema, ou seja, corrige os erros que são encontrados durante o processo.

Nesse caso, além de fazer a atualização de software, a empresa deve investir no backup em nuvem para manter os dados seguros em um ambiente que pode ser acessado de outras formas.

3. Apresenta bugs no sistema operacional

A falha de software provoca bugs em todo o seu sistema. Isso é causado por sistemas complexos, integrados com diversos softwares. A falha em um único recurso pode impactar todo o processo, pois as informações estão conectadas e, muitas vezes, são dependentes.

Mantenha os seus softwares e programas atualizados com as versões suportadas pelo fabricante. Dificilmente um fornecedor prestará suporte a um sistema que não está atualizado. Assim, além de sofrer com algum bug, a empresa terá que pagar pelo suporte de um técnico.

4. Impacta a produtividade de forma negativa

A falta de atualização de software causa impactos negativos na produtividade da empresa, pois os sistemas apresentam mau funcionamento, se tornam mais lentos, processos em andamento são interrompidos com o fechamento involuntário de programas, além de ocorrer lentidão e outros problemas.

Falhas como essas prejudicam o trabalho dos profissionais, fazendo com que as atividades sejam constantemente interrompidas e até causando a perda de dados, arquivos etc.

5. Gera incompatibilidade com outros sistemas

A tecnologia está em constante evolução e novos recursos de trabalho são implementados quase que diariamente. Com isso, os softwares que a empresa contrata devem acompanhar o novo mercado e permitir a integração.

Sistemas muito antigos são atualizados, frequentemente, para atender as necessidades de seus usuários. Quando a empresa não faz a atualização de software, corre o risco de causar a incompatibilidade com outros sistemas.

A atualização de software é uma prática de segurança da informação fundamental para qualquer tipo de negócio. O uso de um data center na nuvem é outra estratégia que vem sendo adotada por diversas empresas. Mas você sabe se a migração do data center para a nuvem é segura? Descubra a resposta neste artigo

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: