Consultor Especializado mais perto da sua empresa> Sou de Média e Grande Empresa Sou de Micro e Pequena Empresa

Para melhorar sua experiência, selecione um perfil de conteúdo:

25/nov
Cristina Cruz

Mesmo com inúmeros desafios, a consultoria IDC Brasil acredita que o Brasil deve fechar o ano com investimentos em torno de US$ 788 milhões em Business Intelligence e Analytics, o que nos coloca como um dos mercados mais promissores do mundo. Big Data já é, portanto, uma realidade para o empresariado nacional, especialmente para médias e grandes empresas.

Mas há desafios a serem vencidos. De acordo com a IBM, até 2020 haverá um aumento de 42% na quantidade de dados gerados na rede. O que já é exponencial se tornará ainda mais denso, exigindo das empresas que fazem análise de dados mais esforços e mais técnica.

Abaixo veja quais são os maiores desafios do uso de Big Data e também as oportunidades atreladas a ele!

1 – Análise e curadoria de dados devem fazer parte do dia a dia do negócio

Em primeiro lugar, as empresas têm cada vez mais dificuldades para identificar os dados corretos e determinar a melhor forma de usá-los para diferentes fins — da interpretação do comportamento dos consumidores à tomada de decisões.

A construção de casos de negócios relacionados a dados, muitas vezes induz a pensar fora da caixa e buscar modelos de receitas que são muito diferentes do modo tradicional de gestão do negócio e da tecnologia.

Receba informações e dicas exclusivas em TI e Telecom, assine nossa Newsletter:

Também a capacidade de escolher o que será analisado, bem como saber as perguntas que devem ser respondidas estão em jogo. É preciso saber o que se quer obter com a análise e curadoria dos dados, ou seja, acurar a capacidade de análise aliada às estratégias do negócio.

A boa notícia é que as empresas que obtiverem mais ferramentas e conhecimento para estruturar, ordenar e interpretar dados, transformando-os em informações valiosas, serão as que mais competitividade e diferenciais conseguirão obter para ganhar mercado.

2 – Big Data exige infraestrutura de TI adequada

A verdade é que poucas empresas têm tecnologia suficiente para lidar com o Big Data. Além disso, a mudança de mentalidade tanto das equipes de TI quanto dos executivos de negócio também é um grande desafio.

Quando se trata de infraestrutura de TI (ferramentas, principalmente), é preciso fazer monitoração de data centers e ter bancos de dados com alta performance para armazenar e provisionar a explosão de dados. A proteção destes dados também precisa ser considerada, com firewalls, controles de acesso e políticas adequadas a esta nova realidade.

Neste sentido, utilizar soluções e serviços baseados em computação em nuvem (Cloud Computing) pode ser mais simples e barato do que adquirir ferramentas e administrá-las da forma tradicional – isso porque, sem utilizar a estratégia da virtualização oferecida pela nuvem, se manter atualizado pode custar muito mais caro e demandar muito mais tempo.

Faça o Download do E-book Grátis sobre Cloud

3 – Big Data gera insights, mas também requer ações e mudanças em tempo hábil

Ainda falando de comportamento de negócio com Big Data, é preciso que as empresas sejam rápidas para efetuar mudanças a partir dos insights gerados com a análise de dados.

Ou seja, se é possível captar e minerar milhões de dados em poucos segundos, gerando informação relevante para o negócio, também é preciso agir na mesma rapidez. O desafio, portanto, está em adequar a rapidez das decisões ao poderio de informações gerados pela estruturação análise dos dados.

4 – Lidar com Big Data exige colaboração e parcerias

A equipe de TI trabalhando lado a lado com os executivos de negócios não é um resultado apenas da adoção do Big Data, mas a estratégia está estreitando cada vez mais estes laços. De um lado, os que detém o conhecimento técnico, de outro, quem precisa de respostas para tomar decisões acertadas.

Colaboração também é necessária quando olhamos para as parcerias formadas com fornecedores de ferramentas e serviços que ajudem a lidar com dados desestruturados, além de busca de consultorias e até de cientistas dedicados a esta nova realidade.

Em outras palavras, não é possível explorar ao máximo o Big Data e obter resultados sem colaboratividade.

5 – Big Data exige mão de obra cada vez mais qualificada

Um problema de todo o mundo, a falta de mão de obra qualificada para lidar com análise de dados também é um desafio para as empresas brasileiras. Reunir qualidades como conhecimento de matemática, estatística e linguagem de programação não tem sido uma tarefa fácil. É o que afirmou o especialista em TIC, Eduardo Prado para o portal Convergência Digital. “Talvez o governo tenha que ter uma atividade mais forte em financiamento de pesquisas nesta área”, sugere.

Quais são as principais oportunidades do Big Data para o seu negócio?

Para obter o máximo de impacto positivo nos negócios, lidar com o Big Data requer uma combinação precisa de pessoas, processos e ferramentas analíticas. Alguns dos potenciais benefícios de negócios a partir da implementação de uma metodologia eficaz são:

Insights e ideias oportunas extraídos das vastas quantidades de dados. Isto inclui aqueles já armazenados em bancos de dados da empresa, a partir de fontes externas de terceiros, da Internet, mídias sociais e sensores remotos;

Monitoramento em tempo real e previsão de eventos que afetam tanto o desempenho do negócio quanto a operação em si;

Capacidade de encontrar, adquirir, extrair, manipular, analisar, conectar e visualizar dados com as ferramentas como BI, CRM; entre outras;

Identificação de informações significativas que podem melhorar a qualidade das decisões estratégicas e táticas;

Mitigação dos riscos, otimizando as decisões complexas de eventos não planejados mais rapidamente;

Análise e interpretação dos comportamentos padrões de consumidores e da concorrência para gerar produtos e serviços mais competitivos e lucrativos;

Ampliação do conhecimento tanto do próprio negócio quanto do mercado(oportunidades, concorrência etc.) a partir dos dados;

Melhorias nas vendas e retenção de clientes conseguidos pela capacidade de se antecipar e gerar soluções e melhorar o relacionamento;

Mais segurança da informação a partir da visualização mais eficiente dos dados e identificação de tentativas de fraudes;

Como você tem lidado com esta nova realidade? Deixe seu comentário!

Siga a Company Page da Algar Telecom no Linkedin para acompanhar nossas publicações e interaja!

Por: Equipe de Conteúdo Algar Telecom

Deixe seu comentário