1. Home
  2. /
  3. Finanças
  4. /
  5. Roubo de dados por QR Code: fique atento às ameaças


Dados Escrito por Algar Telecom | 13 de julho de 2023

Roubo de dados por QR Code: fique atento às ameaças

Tempo de leitura: 4 minutos
Tempo de leitura: 4 minutos

Com o passar dos anos as tecnologias evoluíram e trouxeram muitos benefícios às pessoas. São melhorias que facilitam o cotidiano, mas que também podem significar riscos aos quais devemos ficar atentos. Afinal, existem muitas ameaças em recursos que trazem mais comodidade às nossas rotinas. Por exemplo, o roubo de dados por QR Code.

Como já sabemos, o QR Code se trata de uma tecnologia que facilita o processo de compra e venda de produtos, além de ser um modo rápido de compartilhar links e validar determinadas atividades, sejam elas profissionais ou pessoais.

Apesar dos ataques nesse mecanismo não serem tão conhecidos pelo público, é fundamental considerar esse risco e livrar sua empresa de cenários nocivos. Portanto, continue conosco e expanda seu conhecimento sobre este assunto por meio dos tópicos abaixo. Boa leitura!

“QRShings” : conheça o novo golpe envolvendo QR codes 

É impossível falar de crime cibernético sem citar as tentativas de phishing. Gradativamente vemos casos iguais este crescerem nos noticiários, mas quanto mais atualizados ficam as novas tecnologias, maior é a sofisticação dos golpes e crimes no ambiente online. Atualmente temos uma atualização dessa tentativa, que foi nomeada QRShings.

Neste caso, trata-se de um roubo de dados por QR Code. Desse modo, criminosos passam a roubar informações como senhas de redes sociais, dados bancários e até mesmo podem ter acesso a seus contatos e usar chats dos apps de mensagens instantâneas na intenção de se passar por você e aplicar golpes em outras pessoas.

Como ele, de fato, acontece?

Os QR Codes facilitaram muito a rotina das pessoas, sendo amplamente utilizados para operações de pagamento. Foi com foco nesse cenário que crimes foram criados por golpistas que resolveram aproveitar desse mecanismo. Geralmente o acesso a dados pessoais dos usuários é feito por um QR Code falso que é sobreposto a um verdadeiro. 

De maneira geral, as pessoas podem ser vítimas de tal tipo de crime tanto nas redes sociais quanto em ambientes públicos. Logo, é fundamental verificar a segurança da rede que você acessa a fim de não ter problemas que comprometam sua integridade. Ao passo que a crescente de casos como este reforça a segurança em determinados aplicativos. 

Por exemplo, o Telegram e Whatsapp já dispõem da autenticação de dois fatores em busca de impedir determinadas invasões e que só o dono do smartphone saiba a senha. Em relação ao ambiente de trabalho, muitos empreendimentos já usam antivírus corporativo na intenção evitar o roubo de informações e outras ações nocivas.

Além do QR Code adulterado, também existem outros exemplos. Tal qual o golpe do envio de um boleto falso na intenção do usuário facilitar o pagamento e transferir o dinheiro ao bandido. Ou então quando os atacantes propagam promoções e se passam por anunciantes de produtos e serviços com preços distantes da realidade do mercado.

Sob esse ponto de vista, é essencial estabelecer precauções e ficar atento a tais possibilidades presentes nos dias atuais. Atente-se a sua navegação e prefira não usar redes públicas ou pouco confiáveis, uma vez que eventuais problemas de segurança estão sempre à espreita de usuários desavisados. 

Qual a diferença desse golpe para os demais?

O roubo de dados por QR Code é um entre tantos exemplos de crimes cibernéticos que existem atualmente. O Keylogger torna vulnerável senhas e logins, além de ser um software malicioso que monitora informações que o usuário digita. Aliado a isso, o ataque DDoS funciona para derrubar o sistema ou facilitar a instabilidade.

Desse modo, as pessoas ficam impedidas de acessar o conteúdo de determinadas marcas e procuram a concorrência na intenção de suprir suas necessidades. Ou seja, cada qual dispõe de objetivos diferentes, mas sempre no objetivo de aplicar golpes e afetar a sobrevivência do seu negócio. 

4 golpes envolvendo QR codes para você ficar atento

De uma maneira simples e ágil, o QR code facilita pagamentos e acesso a variadas informações. Trata-se de uma grande melhoria do tradicional processo de código de barras. A leitura do código é bastante dinâmica e já é bastante popular no mercado. 

Entretanto, os fraudadores começaram a olhar essa tecnologia de maneira estratégica. Diante disso, surgiram várias oportunidades de roubo de dados por QR Code. Em busca de manter sua integridade e fazer com que você sempre zele por sua segurança online, conheça abaixo alguns dos principais tipos a seguir:

1. Pop-ups e janelas de anúncios

Este é um caso que pode ser alvo de phishing ou roubo de dados por QR Code. Portanto, é fundamental não clicar e sempre que tiver a necessidade de usar esse mecanismo, conferir a autenticidade do código, se o endereço de destino está correto. 

2. Acesso a contas bancárias em url diferente

Normalmente as pessoas recebem emails de cobrança e para facilitar o pagamento os golpistas enviam QR codes adulterados. Diante disso, é fundamental que o usuário só tenha acesso às contas bancárias por meio de aplicativos ou sites oficiais daquela empresa. 

Atualmente, existem alguns sinais de que a página é segura e você pode fazer suas transações e demais atividades. Por exemplo, a presença do cadeado fechado no começo do URL, o fato do endereço começar com https e demais selos de segurança que só ajudam a aumentar a reputação online daquela marca.

3. Mensagens de texto com links ou anexos

Às vezes os golpistas se passam por falsos colaboradores de uma empresa e enviam cobranças pendentes para suas vítimas. Para facilitar o pagamento, eles enviam o QR code. 

Entretanto, verifique sempre se o endereço é confiável, se é um e-mail oficial e, sobretudo, se o seu antivírus está funcionando. Assim, você evita mais um exemplo de roubo de dados por QR Code.

4. Smartphones e dispositivos móveis sem antivírus

Antes de mais nada, é essencial instalar o antivírus no seu computador e em todos os seus dispositivos móveis. Assim, é possível evitar o roubo de dados por QR Code e demais tipos de crimes cibernéticos.

Como ficar atento a esses golpes

Neste conteúdo você aprendeu como ficar atento ao roubo de dados por QR Code e também conheceu outros tipos de golpes no ambiente online. Portanto, zele sempre pela sua segurança! Mantenha sempre a constante busca por conhecimento e fique por dentro de tendências e novidades que garantem sua proteção de dados. 

Gostou do conteúdo? Então baixe nosso infográfico e saiba mais como proteger seus dados com a solução Proteção Web.

Deixe seu comentário