Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Data center: fatores essenciais para garantir uma boa segurança

Cristina Cruz | 10 de março de 2016

Quando se olha para as despesas de TI, o data center é um dos itens mais onerosos.  Os investimentos em Capex e com a rotina de manutenção e infraestrutura – climatização, atualizações frequentes, armazenamento – também são altos. No entanto, a maioria das empresas contam cada vez mais com a área de TI para alavancar os negócios e, aliado à redução de custos, proporcionar uma infraestrutura estável capaz de acompanhar a dinâmica de crescimento dos negócios.

Segurança é essencial

Quando o budget necessário para manter um data center se torna alto demais para as empresas – principalmente nas de pequeno e médio porte, com menos conhecimento em segurança de dados – é comum deixar de lado algumas preocupações com a segurança. Mas este pode ser um erro fatal. Um data center é como uma aeronave voando, por isso é necessária total redundância para garantir a resolução de eventuais problemas técnicos, de modo a manter a fluência e a continuidade do acesso às suas informações.

O IDC, em seu relatório “IDC FutureScape: Worldwide Datacenter 2015 Predictions”, afirma que até 2017, mais de 60% das empresas vão parar de gerenciar suas infraestruturas de TI, contando com automação avançada e parceiros de serviços qualificados para aumentar a eficiência e a gestão direta do data center. Tanta preocupação com o ambiente de processamento das operações empresariais não é mera coincidência.

Elasticidade: item vital para a competitividade

Considere que seus dados terão uma vida muito mais longa do que qualquer investimento em software ou hardware. Ao contrário de aplicativos ou servidores, eles são residentes – e continuarão a crescer ano após ano, tornando-se cada vez mais difíceis de gerir, armazenar e migrar. A implantação de um sistema de armazenamento que possa crescer juntamente com seus dados, simplificar o gerenciamento à medida que é escalado, e proporcionar eficiência e benefícios quantitativos de longo prazo resultarão em uma vantagem competitiva para a sua organização. Com a pressão das empresas por maior competitividade no mercado, data center inteligente e infraestrutura ágil são vitais para aumentar a competitividade.

Segurança do data center e confiabilidade

Não há dúvidas de que o local mais adequado para o armazenamento e o processamento de dados corporativos é o data center. Porém, o grande desafio é manter este ambiente totalmente seguro. Para que isso aconteça, é crucial que pontos falhos como confiabilidade de informações e erros de redundância sejam eliminados.

Sabemos que não existe segurança 100% ou imunidade a desastres, mas é possível se prevenir ao detectar as ameaças com a antecedência necessária para tomar providências que impeçam impactos na rotina de trabalho. Para isso, é necessário conhecer e diagnosticar os riscos que o data center pode sofrer.

Localização

O local do data center é o primeiro ponto a ser avaliado. O entendimento dos riscos de interrupção por agentes externos como acidentes, fenômenos naturais e manifestações populares devem ser considerados nesta etapa.

Controle de acesso

Parece óbvio, e é. O controle de acesso é imprescindível e pode ser feito de diversas maneiras: código de acesso individual, biometria, sensor de presença, etc. A entrada no ambiente de data center deve ser bem restrita e altamente controlada.

Proteção contra danos

É no data center que estão todas as informações da organização, por isso, qualquer dano físico pode comprometer a continuidade dos negócios. Sendo assim, é preciso que ele esteja protegido contra quaisquer riscos físicos que possam causar danos e interromper as atividades da empresa, tais como: incêndios, curtos circuitos, vazamentos, acessos indevidos. Como os equipamentos são sensíveis, faz-se necessário um controle minucioso de temperatura, umidade, índice de partículas no ar, entre outros.

Plano de recuperação de desastres

Mesmo com os requisitos tradicionais de segurança física citados acima, os ambientes de data center nunca estão 100% seguros, como já foi dito anteriormente. Por isso, é crucial desenvolver um plano de recuperação de desastres que indique como a empresa deve proceder e como deve acompanhar os procedimentos executados em caso de desastre.

Redundância

Para garantir a vitalidade da informação em caso de parada nas operações ou de desastre, é fundamental que as informações da empresa estejam na nuvem, através de backup em locais externos. Assim, o restabelecimento dos arquivos pode ser executado imediatamente em outro data center, sem interrupção das operações.

Criptografia de dados

Para garantir a segurança das informações em um data center, é fundamental que os arquivos estejam criptografados. O objetivo é evitar que intrusos interceptem as informações da empresa. Em 2015, algumas das notícias mais comuns foram sobre violações de dados e invasões nos mais variados segmentos de mercado.

Escolha do hardware

Pode parecer estranho priorizar aplicações físicas de segurança de rede sobre aplicações virtualizadas. Por isso é importante reforçar que uma solução para segurança de data center tem de ser ágil e capaz de atender a natureza dinâmica da virtualização e da nuvem, o que não significa que as empresas precisam comprar mais firewalls virtualizados.

Gestão

Ao escolher um sistema para gerenciar a segurança da rede, é importante optar por um que se integre ao gerenciamento e aos fluxos de trabalho do data center. Além disso, o sistema de monitoramento de big data selecionado para o data center precisa ser capaz de entender e incorporar os dados sobre segurança.

Equipe

Em caso de novos produtos e novas versões de softwares é necessário treinar a equipe que trabalha com o data center. Por isso, é importante ter uma parte da verba destinada a treinamentos. Outro objetivo importante é formar uma equipe de resposta rápida, preparada para lidar com uma possível falha ou invasão na rede. Somente o treinamento consistente e regular é capaz disso.

Automação

Para assegurar que a organização de seus negócios e de sua TI possa acompanhar o ritmo da economia digital, sua plataforma de armazenamento deverá ser programável, ter a capacidade de integrar-se plenamente com sua infraestrutura e aplicações existentes, e ser adaptável a mudanças da carga de trabalho ou conjuntos de dados. Um sistema de armazenamento de alto desempenho, escalável e eficiente pode tornar o seu data center e o seu negócio à prova de futuro. Certifique-se de considerar as implicações em longo prazo, pesando as vantagens de latência, escalabilidade, gerenciamento, simplicidade e desempenho, para garantir que a sua infraestrutura possa sustentar o seu negócio de forma satisfatória até um futuro bem distante.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: