Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

Saiba como proteger sua empresa de ataques phishing

Algar Telecom | 1 de abril de 2020

O phishing é um dos tipos mais comuns de crimes cibernéticos que atingem empresas, independentemente de seu tamanho ou setor. Nesse ataque, o principal objetivo é obter informações sigilosas, como credenciais e senhas, dados financeiros ou ainda dados pessoais sensíveis.

Uma vez que essas informações são obtidas, elas podem ser usadas ​​para diversos fins maliciosos, que vão desde roubo de identidade ou transações falsas até ataques contra a infraestrutura de TI da empresa.

Continue a leitura para conhecer mais sobre o phishing e também como proteger a sua empresa desse tipo de ataque!

O que é, de fato, o phishing?

Phishing é o tipo de ataque no qual os invasores tentam induzir os usuários a fazer “a coisa errada”, como clicar em um link que baixará um malware (como ransomware), ou direcioná-los para um site desonesto, geralmente com a aparência de outro portal, como o de um banco.

O canal mais utilizado para disseminar essa ameaça é o e-mail, mas também pode ser por  mensagem de texto, mídia social ou telefone.

Basicamente, os colaboradores da sua empresa podem sofrer dois tipos de abordagem. Veja quais são!

Campanhas em massa

Este é o tipo de ataque em que o cibercriminoso está procurando ganhar dinheiro fácil. Para isso, ele tenta induzir seus colaboradores a informarem dados bancários por meio de um site falso, com aparência idêntica ao original. Essa prática é conhecida como clone phishing.

Outra forma utilizada para obter essas informações, geralmente bancárias, é por meio da instalação “oculta” de malwares espiões.

Leia também: 5 MANEIRAS DE AUMENTAR A PROTEÇÃO CONTRA ATAQUES RANSOMWARE

Campanhas direcionadas

Nestes casos, o objetivo pode ser algo muito mais específico, como o roubo de dados confidenciais. Em uma campanha direcionada, o invasor pode instalar malwares para, primeiramente, obter informações sobre seus funcionários ou sua empresa.

Dessa forma, ele consegue elaborar uma abordagem muito mais persuasiva e realista. Isso geralmente é chamado de spear phishing.

Outro tipo de campanha direcionada envolve a busca de dados e informações confidenciais de executivos de alto escalão. Nesse caso, os ataques geralmente são disfarçados de notificações judiciais, reclamações de clientes estratégicos ou outras questões gerenciais. Esse tipo de abordagem é conhecido como whaling, em referência à pesca da baleia.

Quais as consequências de um ataque de phishing?

Ao ser vítima de um ataque de phishing, uma empresa pode sofrer diversas consequências, tais como desvios financeiros, sequestro de dados, vazamento de informações sigilosas etc. Os maiores casos de phishing da história geraram prejuízos de milhões de dólares.

Vale lembrar que, a partir da vigência da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), as empresas podem sofrer severas punições se não cumprirem as determinações legais em caso de vazamentos.

Além das perdas financeiras, a empresa pode ter grande prejuízo quanto à sua reputação, inviabilizando novos negócios e ocasionando a perda de clientes.

Como proteger sua empresa?

O phishing é um tipo de ataque que depende da “participação” do usuário para clicar em links maliciosos.

Por isso, uma das principais formas de proteção é treinar seus colaboradores para identificar mensagens suspeitas.

No entanto, o fator humano é sempre falho. Logo, essa não deve ser a única estratégia para proteger a sua empresa. É recomendável a construção de uma defesa em quatro camadas:

  1. Torne difícil para os invasores alcançar seus colaboradores.

  2. Ajude os usuários a identificar e relatar e-mails suspeitos de phishing.

  3. Proteja sua organização contra os efeitos de e-mails de phishing não detectados.

  4. Responda rapidamente a incidentes.

Excetuando o treinamento dos usuários, todos os outros pontos são contemplados de forma eficiente por uma solução de SOC (Security Operations Center).

Ao contratar esse tipo de serviço, sua empresa passa a contar com ferramentas avançadas de detecção de ameaças, monitoramento de rede e resposta a incidentes de segurança. Assim, é possível garantir a proteção de seus dados.

Agora você já sabe um pouco mais sobre como proteger sua empresa de ataques phishing. Quer saber mais sobre segurança? Então, conheça as 3 principais vulnerabilidades encontradas em grandes empresas!

proteção web

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: