Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

O que é e como fazer um planejamento tributário

Algar Telecom | 12 de novembro de 2019

MPE

Entender por completo a legislação brasileira não é tarefa fácil. Para muitos empresários, essa é a parte mais complexa no gerenciamento de um negócio. Para diminuir algumas dúvidas e facilitar processos, a criação de um planejamento tributário se torna necessária.

A estratégia analisa a situação da empresa e compara com os regimes tributários do país, permitindo que o empresário faça escolhas mais inteligentes em relação ao seu negócio. Isso traz maior tranquilidade no dia a dia e diminui os custos fiscais.

Quer saber o que é um planejamento tributário, a sua importância e como desenvolvê-lo no seu negócio? Então, continue com a gente e confira os pontos mais importantes sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é um planejamento tributário?

O planejamento tributário é o estudo sobre os tributos obrigatórios de uma empresa a fim de apontar os melhores caminhos para uma redução legal dos custos fiscais. Ele funciona como outras gestões dentro do negócio, que visam facilitar os serviços e diminuir os custos.

Basicamente, existem dois tipos de planejamento tributário: Operacional e Estratégico.

Operacional

É o modelo básico, em que a empresa cumpre todas suas responsabilidades pré-definidas. É quando os procedimentos são adicionados na rotina do negócio a fim de garantir o cumprimento de todos.

Estratégico

O planejamento estratégico é a definição das melhores escolhas sobre as responsabilidades fiscais da empresa, considerando o ramo de atuação, tamanho e outros fatores. É o modelo que antecede o planejamento operacional.

Por que o planejamento tributário é importante para a sua empresa?

Como mencionado na introdução, a legislação brasileira é uma das mais complexas do mundo. Sem uma devida análise, muitas empresas correm o risco de pagar altas taxas sem necessidade, ou pior, deixar de pagar tributos por puro desconhecimento.

O planejamento tributário é uma maneira de impedir que essas situações aconteçam. A partir desse trabalho, é possível reduzir o número de tributos e impedir que a empresa tenha complicações com o Fisco.

Quanto mais organizada nas questões tributárias, mais bem preparada uma empresa estará para realizar novos investimentos.

Como colocar o planejamento tributário em prática?

Agora que você já conhece o conceito, os tipos e a importância do planejamento tributário, confira algumas ações para colocá-lo em prática na sua empresa.

Escolha o melhor regime tributário para a sua empresa

A escolha do regime tributário é essencial para qualquer planejamento. No Brasil, há três modelos: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real.

Simples Nacional

O Simples Nacional é o regime com as menores cargas tributárias. Todos os Microempreendedores Individuais (MEI) se encaixam aqui, assim como os negócios que têm faturamento até R$ 4,8 milhões anuais.

Lucro Presumido

No Lucro Presumido, os tributos são calculados de acordo com o lucro esperado pela empresa ao final de cada ano. Apenas empreendimento que faturam até R$ 78 milhões podem escolher esse regime.

Lucro Real

Como o nome pressupõe, aqui, as taxas são calculadas de acordo com o lucro arrecadado pela empresa. Todos as organizações que arrecadam acima de R$ 78 milhões anuais devem adotar esse regime – como é, geralmente, o caso das instituições bancárias.

Se não houver um departamento competente dentro da empresa, é interessante contar com o auxílio de um profissional capacitado para escolher o regime tributário mais adequado.

Faça o levantamento do seu fluxo financeiro

O estudo do seu capital também faz parte do planejamento tributário. É preciso realizar uma análise sobre o fluxo financeiro do negócio, identificando todas as fontes de renda e entendendo melhor as obrigações que a sua empresa se encaixa.

Utilize um sistema de gestão fiscal

Um software de gestão fiscal é essencial para facilitar a execução de atividades complexas, como o estudo das leis vigentes e o preenchimento de formulários online obrigatórios.

Como é preciso considerar leis municipais, estaduais e federais, nem sempre é possível seguir os mesmos processos no pagamento dos tributos. Um sistema de gestão permite que tudo seja feito sem maiores dificuldades, garantindo a quitação das taxas e a entrega de documentos necessários.

O planejamento tributário é uma ação fundamental para que o seu negócio consiga se expandir corretamente, sem enfrentar problemas fiscais. Além disso, é uma ótima maneira de reduzir os custos e trazer mais credibilidade para a empresa. Então, analise as informações apresentadas, conte com a melhor tecnologia e garanta tranquilidade no dia a dia do seu empreendimento.

Agora que você já sabe como gerenciar a carga tributária da sua empresa, que tal conhecer 5 ferramentas digitais para conquistar mais clientes?

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: