Receba conteúdo diretamente no Messenger Podcasts exclusivos, direto no Spotify

3 ferramentas para ajudar na gestão financeira da empresa

Algar Telecom | 15 de outubro de 2019

MPE

Você já se perguntou o quão efetiva é a gestão financeira da sua empresa? Parece uma ação trivial, mas muitos gestores acabam limitando o potencial de seus empreendimentos por não entenderem de fato o tipo de gerenciamento aplicado.

Basicamente, quando um gerente utiliza processos retrógrados, como anotações manuais ou ferramentas limitadas, como planilhas, para gerenciar a saúde financeira da empresa, ele acaba oferecendo mais riscos do que segurança para o negócio. Na era digital, é preciso ir além do básico e abraçar a inovação em prol do crescimento da organização.

Sem uma gestão financeira bem desenvolvida, uma empresa corre o risco de ter processos atrasados ou projetos engavetados. Para que isso não aconteça com o seu negócio, confira o nosso artigo com dicas de ferramentas para um bom controle financeiro. Boa leitura!

Qual a importância de um software inteligente para a gestão financeira de uma empresa?

Quando se fala em transformação digital e gestão inovadora, muitos empresários imaginam que é preciso descartar todas as ferramentas que se mostraram útil no passado e investir aleatoriamente em outras tecnologias.

Logicamente, estão equivocados. Primeiramente porque agir por impulso nunca é a melhor opção para o gerenciamento de um negócio. Segundo, se desfazer de ferramentas e investir sem critério é uma maneira de desperdiçar dinheiro.

As calculadoras virtuais, planilhas e até blocos de notas foram ferramentas que se mostraram úteis no passado, e que ainda podem servir de apoio. No entanto, a verdade é que não só o volume de dados produzidos hoje mudou, o mesmo ocorreu com o mercado, os clientes e a concorrência.

Para uma empresa se destacar atualmente é preciso ir além do básico, adotando tecnologias que tragam organização para as informações, integração para processos e equipes, controle remoto etc.

O controle financeiro é muito importante para ser feito com técnicas obsoletas. A gestão financeira hoje deve resultar em:

  • maior precisão nas informações financeiras;
  • controle total das entradas e saídas;
  • melhor planejamento.

Quais as melhores ferramentas de gestão financeira?

Agora que já viu a importância de contar com um software inteligente como suporte para a gestão financeira, conheça algumas boas ferramentas para adotar na sua empresa.

1. Gerador de DRE (Demonstração do Resultado do Exercício)

A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é um relatório contábil utilizado para o balanço patrimonial. Ao adotar uma ferramenta que emite facilmente o documento, o gestor consegue manter o controle de todas as operações financeiras da empresa dentro de um período específico.

Com isso, evita-se que o negócio caia em armadilhas e consiga aproveitar possibilidades que estejam dentro de suas condições financeiras.

2. Enterprise Resource Planning (ERP)

O Enterprise Resource Planning é um software de gestão utilizado para integrar e melhorar diversos processos dentro de uma empresa, inclusive na gestão financeira. Na prática, com o ERP, o gestor pode controlar várias atividades de setores diferentes, tais como:

  • financeiro;
  • compras;
  • logística.

O ERP é de fato um software que facilita bastante o trabalho de um gerente. Porém, por ser uma ferramenta abrangente, acaba não apresentando todas as funcionalidades para um completo gerenciamento financeiro.

3. Gestão Financeira

A Gestão Financeira é a ferramenta ideal para trazer a estabilidade necessária para o seu setor, pois trata-se de uma tecnologia online que melhora o trabalho de pequenas e médias empresas em relação ao controle de dados.

Por ser um software em nuvem, a Gestão Financeira funciona como um suporte avançado para o gerente, melhorando o trabalho em pontos importantes, como controle de estoque, gestão de equipe, fluxo de caixa etc.

Como uma plataforma de alto desempenho, a ferramenta traz inúmeros benefícios para a empresa que a adota, por exemplo:

  • otimização da emissão de NF-e;
  • responsividade e segurança;
  • redução de custos;
  • produtividade.

O fato é que hoje o uso da tecnologia é uma ação básica dentro da gestão financeira de uma empresa. Como gestor, você não pode ser dar ao luxo de esperar a concorrência sair na frente e demonstrar maior eficiência na execução dos processos. Controlar o fluxo financeiro por meio de planilhas ou blocos de anotações já não é o mais indicado para toda empresa que deseja se manter forte no mercado. Analise as dicas apresentadas e não fique para trás.

Quer saber como a Gestão Financeira pode transformar o seu negócio? Então confira o nosso artigo e conheça em detalhes essa ferramenta diferenciada.

Posts relacionados:

Para melhorar sua experiência,
selecione um perfil de conteúdo: