Consultor Especializado mais perto da sua empresa> Sou de Média e Grande Empresa Sou de Micro e Pequena Empresa

Para melhorar sua experiência, selecione um perfil de conteúdo:

10/dez
Redator MPE
Conheça os 5 tipos de vírus mais comuns na internet

Com milhares de tipos de vírus, as ameaças na internet são as principais preocupações para quem faz qualquer tipo de transação on-line.

 

Para os empreendedores, que armazenam dados seus e de seus clientes, a questão da segurança é ainda mais importante. Qualquer erro ou falha na segurança nesse armazenamento pode trazer sérios prejuízos para a empresa.

Pensando nisso, conheça, agora, os cinco tipos de vírus mais comuns na internet e aprenda também como proteger seus dados. Acompanhe!

1. Cavalo de Troia

O Cavalo de Troia (Trojan) é um dos maiores problemas para o computador. Ele não é um vírus propriamente dito, mas abre uma “porta” no computador, deixando todo o sistema vulnerável a outros vírus. O maior problema não é o Cavalo de Troia em si, mas a vulnerabilidade do seu sistema com a presença dele.

Esse tipo de vírus se esconde no seu dispositivo, podendo, entre outros danos, decodificar mensagens e descobrir senhas de bancos e redes sociais. Ele é instalado quando fazemos o download de algum arquivo ou abrimos algum link infectado.

Não abrir links desconhecidos e fazer downloads apenas de sites conhecidos e certificados diminuem bastante a chance de ser atacado pelo Trojan.

2. Ransomware: um dos mais comuns tipos de vírus

O ransomware é um dos tipos de vírus mais comuns na internet. Ele bloqueia diretamente o acesso aos arquivos e programas do dispositivo infectado. Ele é capaz de “esconder” seus arquivos, impedindo que você acesse qualquer coisa dentro do dispositivo. A liberação só acontece depois de atender o pedido dos hackers.

O ransomware é um dos mais perigosos tipos de vírus, já que pode danificar não só os dispositivos, mas redes inteiras de comunicação e armazenamento de dados.

Os computadores são infectados pela instalação de aplicativos, abertura de links e até mesmo atualização de programas. Vale ficar atento à segurança da origem das mensagens e arquivos.

3. Autorun

A infecção pelo autorun acontece, principalmente, pela conexão de pendrives e HD externos ao seu computador. Esse tipo de vírus utiliza um arquivo de instalação automática aparentemente normal, que se instala no computador e infecta todos os outros programas e arquivos.

Com a Transformação Digital e o armazenamento cada vez maior de informações, os dispositivos estão cada vez mais vulneráveis a esse tipo de vírus. Para se proteger, além de cuidar do armazenamento de seus dados, ter um cuidado especial ao abrir arquivos desconhecidos também é um caminho. Antes de instalar qualquer arquivo ou programa em seus dispositivos, utilize um antivírus.

4. Kilim

O vírus Kilim é um dos que mais têm trazido prejuízos nos últimos tempos. Ele é capaz de realizar ações remotas dentro de redes sociais e outros aplicativos que estão instalados no dispositivo do usuário.

Com cada vez mais pessoas utilizando o Facebook, por exemplo, esse tipo de vírus se tornou ainda mais comum. Nessa rede social, ele é responsável pelo envio de mensagens e até mesmo por curtidas não executadas pelo usuário. As senhas também podem ser acessadas, o que pode dificultar a recuperação da conta.

5. Majava

O Majava infecta a plataforma Java, bastante utilizada para o desenvolvimento da programação de computador.

Esse vírus pode não só danificar de maneira profunda o sistema, mas, principalmente, ter acesso a todos os dados daquela máquina.

Para proteger os dados de sua empresa e de seus clientes, a melhor alternativa é armazenar as informações em um lugar seguro — fora do seu computador. A tecnologia Cloud Backup possibilita o backup e o armazenamento dos dados de forma segura e atualizada constantemente. Isso garante que todos os dados da empresa (dos antigos aos atuais) estejam sempre protegidos.

Com essa solução em nuvem, backups de ambientes diferentes podem ser alocados em um único lugar, para armazenamento e consulta. Além da segurança, o Cloud Backup garante ainda menores custos de manutenção, já que pode ser personalizável de acordo com suas necessidades, e suporte constante para a sua empresa.

Quer entender melhor o backup em nuvem? Então, acesse nosso artigo sobre segurança de dados agora mesmo!

Deixe seu comentário